PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Entenda por que a seleção do País de Gales aparece "torta" nas fotos

Tradição de foto torta não surtiu efeito para os galeses desta vez - Twitter/Eurocopa
Tradição de foto torta não surtiu efeito para os galeses desta vez Imagem: Twitter/Eurocopa

Bruno Fernandes

Colaboração para o UOL, em Recife

26/06/2021 15h13

Classificação e Jogos

Superados pela Dinamarca pelo placar de 4 a 0, hoje (26), o que os deixa fora das quartas de final da Eurocopa, os astros do País de Gales chamaram atenção mesmo antes de a partida começar na Amsterdã Arena. Enquanto a maioria das seleções se apresentam de forma organizada antes dos jogos para tirar a foto da equipe, os galeses adotaram a superstição de posar de forma torta para as fotos.

Fãs com o olhar mais atento, no entanto, logo perceberam que os heróis da Euro 2020 estão "lutando" desde 2016 para fazer uma fila organizada para as fotos. Na Euro de cinco anos atrás, quando Gareth Bale e companhia foram até a semifinal, o costume de posar o time de forma "torta" também já acontecia.

A formação tem cinco jogadores em pé, quatro, sem combinar com a direção da fileira de atletas agachados. Com esse esquema tático para as fotos, o país britânico é a única seleção da Euro 2020 a se comportar desta maneira. A explicação: sinal de boa sorte. O que parece não ter funcionado desta vez, já que a equipe acabou eliminada do torneio.

Seleção do País de Gales em partida contra a Croácia, em 2019 - Divulgação - Divulgação
Seleção do País de Gales em partida contra a Croácia, em 2019
Imagem: Divulgação

Segundo o portal galês Wales Online, no começo, os jogadores posaram desalinhados por descuido e sem perceber, mas como viram que venciam jogos sempre que o "acidente" acontecia transformaram o erro em uma superstição adotada pela seleção.

"Nós simplesmente não éramos muito bons nisso. No começo não percebemos, mas depois, gradualmente, algumas fotos foram se juntando e foi horrível, então pensamos que poderíamos muito bem mantê-las do mesmo jeito", explicou o meio-campista Joe Ledley, que atuou na seleção em 2016.

Na partida de hoje, disputada no Arena, Johan Cruijff, os galeses foram derrotados por 4 a 0 e consequentemente eliminados do torneio. A Dinamarca, por outro lado, é a primeira seleção classificada para as quartas de final desta edição, algo que não acontecia desde 2004, quando caiu para a seleção Tcheca de Futebol.

Futebol