PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Uefa elimina regra do 'gol fora de casa' em todos os seus campeonatos

A partir de agora, em qualquer empate em placares agregados, a decisão fica para a prorrogação - Andrea Staccioli/Insidefoto/LightRocket via Getty Images
A partir de agora, em qualquer empate em placares agregados, a decisão fica para a prorrogação Imagem: Andrea Staccioli/Insidefoto/LightRocket via Getty Images

Do UOL, em São Paulo

24/06/2021 10h42

A Uefa anunciou, na manhã de hoje, que a regra do "gol fora de casa" deixará de valer em todos os torneios de futebol organizados pela entidade.

A partir de agora, em caso de qualquer empate em jogos de ida e volta, haverá uma prorrogação de 30 minutos e, se persistir a igualdade no placar agregado, a decisão fica para os pênaltis.

O "novo" formato vai começar já na temporada 21/22, que se inicia nas próximas semanas, e é válido para quaisquer confrontos masculinos, femininos e juvenis.

Aleksander Ceferin, presidente da Uefa, explicou ao site da entidade que a decisão se deu após "várias reuniões" e que não é unânime.

"A regra dos gols fora de casa tem sido uma parte intrínseca das competições da Uefa desde 1965. No entanto, a questão da sua abolição foi debatida em várias reuniões nos últimos anos. Embora não tenha havido unanimidade de pontos de vista, muitos treinadores, torcedores e outras partes interessadas do futebol questionaram sua justiça e expressaram sua preferência pela abolição da regra".

Como era a regra

O gol fora servia como critério de desempate em jogos de mata-mata. Por exemplo: o time A atuou em casa contra o time B e empatou em 2 a 2. No duelo de volta, o time B, agora jogando em seu estádio, não saiu do 0 a 0 com o mesmo adversário.

Na antiga regra, o time B seria classificado, já que marcou mais gols fora de seus domínios do que o time A.

Com as mudanças, caso esses placares aconteçam em uma partida, a disputa vai para a prorrogação já no jogo de volta.

Futebol