PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2021

Com um a menos, América-MG busca empate em casa diante do Juventude

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte

24/06/2021 17h58

Classificação e Jogos

Em jogo pouco movimentado, América-MG e Juventude empataram por 1 a 1 nesta tarde de quinta (27), em jogo válido pela 6ª rodada do Brasileirão. Os gols foram marcados de pênalti e em tempos distintos. Na primeira etapa, Matheus Peixoto abriu o placar para o Juventude. Já na etapa complementar, também da marca da cal, Juninho Valoura empatou a partida, quando o Coelho estava com 10 em campo.

O América teve mais posse de bola e não conseguiu transformar isso em volume de jogo diante da equipe visitante. A situação ficou pior quando, já atrás no placar, os donos de casa tiveram o zagueiro Ricardo Silva expulso. O Juventude, com a vantagem no placar, se fechou para garantir a primeira vitória fora, mas vacilou no final e cedeu o empate.

O resultado levou a equipe gaúcha chega a seis pontos e agora ocupa a 11ª colocação no Brasileirão. Já o Coelho segue na penúltima colocação, com dois pontos em seis partidas. O próximo compromisso do Coelho será no domingo (27), em casa, contra o Internacional, às 20h30. O Juventude também jogará em casa e também no domingo, mas diante do Flamengo, às 11h.

COMEÇO MOVIMENTADO

O jogo, logo antes dos 10 minutos, teve duas boas chances pelo alto. O Juventude assustou primeiro, quando teve gol anulado após cobrança de falta: a bola levantada na área achou (em impedimento) Rafael Forster que cabeceou para trás e Vitor Mendes finalizou para as redes. No ataque seguinte, Juninho Valoura bateu escanteio na cabeça de Ribamar, que completou para fora.

DE FORA, O JUVENTUDE ASSUSTOU

Após a movimentação inicial, o América passou a controlar mais a posse de bola e até finalizou com Rodolfo e Ribamar, mas sem oferecer perigo. O time gaúcho levou mais perigo ao gol adversário com bons chutes de fora da área de William e Rafael Forster.

DE PERTO, O JUVENTUDE ABRIU O PLACAR

A equipe gaúcha já assustava mais e, num lançamento em profundidade, o zagueiro americano Ricardo Silva derrubou o atacante Paulinho Boia dentro da área. Na cobrança, Matheus Peixoto abriu o placar para os visitantes.

AMÉRICA DEVAGAR EM CAMPO

Durante o primeiro tempo, o América parecia 'pesado' em campo. Sem um armador e com um meio-campo mais marcador, a equipe mineira não conseguia furar a marcação do Juventude. Mancini tentou mudar esse panorama com a entrada de Bruno Nazário no início da segunda etapa, mas a alteração não surtiu muito efeito e o Coelho seguia com problemas.

POUCA EMOÇÃO

No segundo tempo, o América tinha a responsabilidade de buscar o gol para fugir da derrota. Vagner Mancini fez alterações e o América ficou mais ofensivo, no papel, mas pouco criava e chegava apenas em bolas levantadas na área. O Juventude seguia apostando nos contra-ataques para garantir a vitória. A situação ficou pior quando o zagueiro Ricardo Silva foi expulso aos 29 minutos do segundo tempo.

NO ABAFA

Mesmo com um jogador a menos, o América seguiu ocupando o campo ofensivo em busca do gol que levaria a igualdade no placar. Acontece que, se no 11 contra 11 já tinha dificuldades, ter um jogador a menos prejudicou ainda mais os donos da casa. Não faltou vontade, mas sem muita organização, a equipe buscava o gol de empate.

PÊNALTI E NÚMEROS FINAIS

De tanto lugar, o América conseguiu achar uma oportunidade de ouro. Eduardo fez jogada pela direita e cruzou para área e Ribamar foi derrubado por Didi. Na cobrança, Juninho Valoura 'espantou a zica' de pênaltis perdidos pelo América-MG e marcou para empatar a partida.

FICHA TÉCNICA

América-MG 1 x 1 Juventude
Motivo:
6ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro
Dia: 24/06/2021
Horário: 16h
Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Wagner Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Lilian da Silva Fernandes Bruno e Thiago Henrique Neto, ambos do RJ.
VAR: Pathrice Wallace Corrêa Maia (RJ)
Cartões Amarelos: Ricardo Silva, Bruno Nazário (AMG); Elton, Paulinho Boia (JUV)
Cartões Vermelhos: Ricardo Silva (AMG)
Gols: Matheus Peixoto, aos 35 minutos do primeiro tempo. Juninho Valoura aos 38 minutos do segundo tempo.

América-MG: Jori; Eduardo, Ricardo Silva, Anderson e Alan Ruschel (Ramon); Zé Ricardo (Marcelo Toscano), Juninho Valoura e Juninho (Lucas Kal); Ribamar, Geovane (Bruno Nazário) e Rodolfo (Felipe Azevedo). Técnico: Vágner Mancini.

Juventude: Marcelo Carné; Michel, Vitor Mendes, Rafael Forster (Didi), William Matheus; Elton, Matheus Jesus e Wescley (Chico); Paulinho Boia (Capixaba), Matheus Peixoto (Fernando Pacheco) e Marcos Vinicios (Bruninho). Técnico: Marquinhos Santos.