PUBLICIDADE
Topo

Eurocopa - 2021

Euro: Lewandowski perde gol incrível, se redime, mas Suécia elimina Polônia

Lewandowski cabeceia no travessão durante partida entre Polônia e Suécia, pela Eurocopa - REUTERS/Lars Baron
Lewandowski cabeceia no travessão durante partida entre Polônia e Suécia, pela Eurocopa Imagem: REUTERS/Lars Baron

23/06/2021 14h56

Classificação e Jogos

A Suécia venceu a Polônia por 3 a 2, hoje, em São Petersburgo, na Rússia, e garantiu a primeira posição no Grupo E da Europa. O resultado eliminou os poloneses da competição. Forsberg (duas vezes) e Claesson fizeram os gols dos suecos, enquanto Lewandowski marcou os dois da Polônia após perder uma chance incrível.

A vitória garantiu a Suécia na liderança do grupo E, com sete pontos, à frente da Espanha, com cinco, que bateu a Eslováquia - terceira com três pontos - no outro jogo de hoje. A Polônia se despede da Euro na lanterna do grupo, com apenas um ponto em três partidas.

A seleção sueca enfrentará nas oitavas de final a terceira colocada do grupo A (Suíça), B (Finlândia), C (Ucrânia) ou D (República Tcheca). O jogo está marcado para terça-feira, às 16h, no Hampden Park, na Escócia.

Já a Espanha pegará a Croácia na segunda-feira, às 13h, no Estádio Parken, na Dinamarca.

Lewandowski perde gol incrível

Aos 16 minutos do primeiro tempo, Lewandowski cabeceou após cobrança de escanteio e acertou o travessão. O rebote ficou com o camisa 9, que, sem goleiro e dentro da pequena área, cabeceou de novo no travessão e perdeu chance incrível.

Gol relâmpago

A Suécia abriu o placar logo no primeiro minuto de jogo. Após dividida na entrada da área, Forsberg aproveitou falha da zaga, ficou com a sobra e bateu cruzado no canto esquerdo do goleiro Szczesny.

Do outro lado, a melhor chance da Polônia na primeira etapa foi mesmo com Lewandowski. De resto, Olsen fez bela defesa após chute forte de Zielinski.

2º tempo lá e cá

A Polônia voltou melhor para o segundo tempo e fez Olsen trabalhar de novo em chutes de Zielinski e Krychowiak. Porém, quem marcou primeiro foi a Suécia. Aos 14, Kulusevski carregou a bola em velocidade desde o meio de campo e rolou para Forsberg chutar no canto.

Mal deu tempo de comemorar, e a Polônia descontou. Aos 16, Lewandowski recebeu pela direita da área, cortou e bateu com categoria no ângulo para se redimir do gol perdido na primeira etapa.

Já aos 39, Lewandowski aproveitou falha da zaga sueca e deixou tudo igual para a Polônia, que se lançou com tudo ao ataque. O problema é que a Suécia matou o jogo nos acréscimos, com Claesson, para dar números finais.