PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Mauro Cezar: Flamengo e Santos podem agradecer o sorteio da Copa do Brasil

Do UOL, em São Paulo

23/06/2021 13h09

Classificação e Jogos

O sorteio realizado ontem (22) definiu os confrontos das oitavas de final da Copa do Brasil, colocando o ABC, de Natal, e o Juazeirense, da Bahia, nos caminhos de Flamengo e Santos, enquanto o São Paulo enfrentará o Vasco, o Grêmio terá o Vitória, o Athletico-PR encara o Atlético-GO, enquanto o Atlético-MG tem como adversário o Bahia, nos dois confrontos entre times da primeira divisão nacional.

Em sua participação no programa UOL News Esporte, com Domitila Becker, Mauro Cezar Pereira analisa os confrontos e afirma que Flamengo e Santos tiveram melhor sorte na definição de seus adversários, enquanto o Atlético-MG tem confronto mais difícil com o Bahia, assim como o São Paulo pode se complicar diante do Vasco se não conseguir retomar as vitórias.

"O Flamengo e, principalmente, o Santos, foram os que deram mais sorte, pegaram times que estão na quarta divisão. Essa Copa do Brasil tem uma coisa rara nessa fase, que são 16 times, tem times das séries A, B, C e D, é muito difícil isso acontecer e dois são da Série D, o Flamengo e o Santos pegaram os dois. No caso, o Santos pegou o Juazeirense, que é um time sem tanta tradição e o Flamengo pegou o ABC, que é um time tradicional, o maior campeão do Brasil em estaduais, os títulos que ele tem lá no campeonato do Rio Grande do Norte, mas está em um momento ruim", diz Mauro.

"Flamengo e Santos são os times que podem agradecer ai o sorteio, tiveram mais sorte, pegaram times que estão na quarta divisão, eu acho que esse é um raciocínio um tanto quanto lógico, mas é o que pode pautar a gente neste momento. É muito melhor pegar o Juazeirense ou o ABC do que o Bahia, que o Atlético-MG vai enfrentar, por exemplo, ou até o Vasco na segunda divisão. Para o Flamengo pegar o Vasco seria bom? O Flamengo já perdeu para o Vasco no Carioca, tomou um baile, perdeu de 3 a 1", completa.

No caso do São Paulo, o jornalista afirma que o confronto com o Vasco pode ficar equilibrado se o time de Hernán Crespo não tiver se recuperado ainda no momento dos jogos com o clube carioca, que no ano passado venceu um jogo e empatou o outro nos dois encontros pelo Brasileirão, mesmo em uma campanha que o levou ao rebaixamento.

"Historicamente tem o Vasco contra o São Paulo também, embora o Vasco não viva um bom momento e o São Paulo também não vive. Se o São Paulo chegar em crise técnica até o confronto com o Vasco, esse jogo fica mais equilibrado e aí você tem de repente um risco maior para o São Paulo, que é favorito, obviamente, pelo mau momento que vive o Vasco", diz Mauro.

"Lembrando, no ano passado o Vasco jogou duas vezes contra o São Paulo, empatou no Morumbi e ganhou em São Januário, e foi rebaixado, então o Vasco pode eliminar o São Paulo, ainda mais se o São Paulo não mudar esse cenário atual", conclui.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol