PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Paraguai entende que controlou Messi, mas deu tempo para Di María

Seleção paraguaia entende que conseguiu controlar Messi, mas pecou com Di María - Pedro Vilela/Getty Images
Seleção paraguaia entende que conseguiu controlar Messi, mas pecou com Di María Imagem: Pedro Vilela/Getty Images

Marinho Saldanha

Do UOL, em Brasília (DF)

22/06/2021 13h07

Classificação e Jogos

Apesar de ter perdido o jogo de ontem por 1 a 0, pela terceira rodada do grupo A da Copa América, o Paraguai entende que conseguiu marcar bem a Lionel Messi. Segundo o técnico Eduardo Berizzo, o problema foi dar "tempo para pensar" a Di María.

"Creio que conseguimos o controlar bem. Teve poucas oportunidades. Claro que é um grande jogador, mas conseguimos, na maioria das vezes, evitar suas ações", disse o comandante da equipe paraguaia sobre o camisa 10.

O problema é que numa das poucas vezes em que se sobressaiu no jogo, Messi iniciou a jogada que acabou no gol de Gómez. Neste lance, ele driblou um marcador, abriu espaço, tocou para Di María, que encontrou uma assistência muito boa para o colega abrir o marcador.

Segundo Berizzo, neste momento do duelo, antes dos 10 minutos, sua equipe deu tempo demais para que Di María escolhesse o melhor passe.

"O lado direito teve um tempo a mais para decidir a jogada. Isso fez a diferença. Conseguimos controlar depois, mas ali demos tempo. O Di María teve tranquilidade para escolher o passe", contou o técnico.

A partir dos 20 minutos do primeiro tempo, o Paraguai se acertou no jogo e cresceu. Passou a frequentar o campo rival, mas não conseguiu criar oportunidades claras para empatar a partida.

"Fizemos um jogo sólido, nos faltou achar a jogada contra uma equipe que se defendeu bem, se fechou atrás e não permitiu nada. A atitude do nosso time foi muito boa, nos entregamos, mas vamos pensar daqui para frente", finalizou.

O Paraguai permaneceu em Brasília e à tarde realizará treinamento regenerativo no Defelê. A equipe soma três pontos e está em terceiro no grupo A da Copa América. O próximo confronto será na quinta-feira, contra o Chile, no Mané Garrincha.

Esporte