PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Grêmio tem sequência "caseira" para reagir e tentar novo encaixe no time

Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Imagem: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

21/06/2021 04h00

Classificação e Jogos

O Grêmio vai ter três jogos em casa, e outro bem próximo de Porto Alegre, nos próximos dias. A sequência "caseira" é mais um elemento positivo em meio ao momento de pressão e turbulência vivido pelo time de Tiago Nunes. A meta é mostrar mudanças, na escalação e desempenho, contra o Santos. O jogo diante do alvinegro é na quinta-feira (24), válido pela sexta rodada do Brasileirão.

Grêmio e Santos se enfrentam em Porto Alegre, às 21h30 (horário de Brasília). No domingo (27), o time gaúcho recebe o Fortaleza e na quarta-feira (30) o jogo é diante do Juventude, em Caxias do Sul. Em 4 de julho, o compromisso é com o Atlético-GO, na Arena do Grêmio.

A próxima viagem para fora do Rio Grande do Sul será na décima rodada, quando a partida é com o Palmeiras, em São Paulo.

Tiago Nunes e o Grêmio vivem uma sequência que preocupa, dentro e fora do CT. O time não marcou nenhum gol nos três jogos mais recentes. No Campeonato Brasileiro, são três derrotas em três jogos.

A ideia da comissão técnica é testar novas alternativas no dia a dia. Mudanças no meio-campo, especialmente, deverão ocorrer. Douglas Costa, mesmo já liberado e com minutos ganhos contra o Sport, não deve começar a partida contra o Santos. No restante da equipe, a princípio, não deverão ocorrer mudanças.

Paulo Victor tem boas chances de seguir atuando, enquanto Brenno se recuperado da Covid-19. No ataque, Ferreira e Diego Souza seguem.

O Grêmio ainda não somou pontos no Brasileirão e vive o pior início de Campeonato Brasileiro da era dos pontos corridos. Desde 1998 o clube não iniciava a competição sem nenhum ponto conquistado após três rodadas.

Futebol