PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Técnico do Paraguai aposta em pressão e quer rodear Messi de marcadores

Eduardo Berizzo quer ver o Paraguai pressionando a Argentina no jogo de amanhã - Alexandre Schneider/Getty Images
Eduardo Berizzo quer ver o Paraguai pressionando a Argentina no jogo de amanhã Imagem: Alexandre Schneider/Getty Images

Marinho Saldanha

Do UOL, em Brasília (DF)

20/06/2021 20h26

Classificação e Jogos

Para superar a Argentina, o Paraguai não quer se defender. Segundo o técnico Eduardo Berizzo, o plano é pressionar o rival no campo ofensivo e ter mais posse de bola. Sobre Messi, o treinador afirmou que pretende rodear ele de marcadores.

"A pressão é uma de nossas características. A Argentina é um time muito técnico, com defensores capazes de fugir da pressão com um passe vertical. Mas a pressão faz parte de nosso sistema ofensivo, de recuperação de posse, e amanhã tentaremos que a bola não fique cômoda com nosso rival", explicou o comandante de campo.

O Uruguai bem que tentou pressionar a saída de bola argentina algumas vezes no jogo passado, mas acabou repetidamente superado pela boa jornada do quarteto de retaguarda do time comandado por Lionel Scaloni.

Quando a pressão não for suficiente, o plano dos paraguaios é marcar Messi com o maior número de jogadores for possível.

"Evidentemente descrever o Messi com originalidade é difícil. É um jogador que desequilibra no um contra um, com aceleração muito perigosa e decisiva para o gol. Ter a bola será importante, que ela seja nossa, e evidentemente tomando cuidado para quando se perda que todos entendam e não deixem um jogador como ele no um contra um. Não digo nada que não se saiba. É difícil, mas tentaremos rodear ele de jogadores para que isso não se produza", contou.

Se conseguirá rodear Messi ou não, saberemos amanhã (21), às 21h (de Brasília), no duelo da terceira rodada do grupo A da Copa América, no Mané Garrincha.

Esporte