PUBLICIDADE
Topo

Vasco

Léo Jabá desabafa após gol e vitória do Vasco: "ninguém está de sacanagem"

Jogador que teve carro apedrejado na rodada anterior balançou as redes pelo Vasco neste sábado - Thiago Ribeiro/AGIF
Jogador que teve carro apedrejado na rodada anterior balançou as redes pelo Vasco neste sábado Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Do UOL, no Rio de Janeiro

19/06/2021 18h50

Classificação e Jogos

O atacante Léo Jabá foi um dos destaques na vitória do Vasco por 3 a 0 contra o CRB, nesta tarde de sábado, em jogo válido pela quinta rodada da Série B. Com 20 minutos em campo, o atacante Léo Jabá guardou o seu e ainda realizou uma bonita jogada que terminou com o terceiro gol cruz-maltino, marcado por Marquinhos Gabriel.

Após marcar seu em campo, Léo Jabá se emocionou na comemoração. Vale lembrar que o atacante teve seu carro danificado por torcedores que arremessaram pedras após a derrota vascaína contra o Avaí, na rodada anterior. Em sua entrevista após o jogo deste sábado, o atacante comentou sobre o assunto.

"Vou repetir o que acabei de falar. Ninguém vem aqui para brincar. Você recebe para dar o seu melhor. Ninguém está de sacanagem. Fiquei assustado, sim. Por isso que fiz um post (em seu perfil nas redes sociais). Cobrar, o torcedor está no direito. Mas imagina se uma pedra pega na minha cabeça, perco o controle, atropelo alguém. Tinha uma mãe e uma criança passando. A gente veste uma camisa pesada. Mas agressão não sou a favor", comentou o jogador.

Léo Jabá também não deixou de comemorar seu gol, o primeiro pelo Vasco, além de terminar com o jejum de dois anos sem balançar as redes.

"Vamos colocar aí dois anos sem fazer um gol. Os últimos tempos não foram fáceis. E o gol veio em um momento bom. Um cobrando o outro, ajudando, a gente tem um elenco forte, capacitado, mas as coisas não vinham acontecendo. A culpa não é da comissão. Somos homens, temos famílias, toda a estrutura para trabalhar. A gente vem para chegar no dia e conquistar os três pontos. Quero agradecer a Deus, meus companheiros, gol é sempre bom", encerrou.

Vasco