Topo

Chile cobre marca da Nike em jogo contra Bolívia pela Copa América

Em litígio com a Nike, Chile vai a campo contra Bolívia com marca encoberta em partida pela Copa América Imagem: Gil Gomes/AGIF

Bruno Braz

Do UOL, em Cuiabá

18/06/2021 18h02

Classificação e Jogos

A seleção do Chile cumpriu o que havia planejado e cobriu a marca da Nike no uniforme durante a vitória sobre a Bolívia, por 1 a 0, na Arena Pantanal, em Cuiabá (MT), pela segunda rodada da Copa América. Sobre a logo foi colocada uma bandeira do país.

A escolha de não mais usar a Nike teve a alegação de que a fornecedora de material esportivo não pagou valores na casa dos US$ 4,2 milhões (cerca de R$ 21 milhões) referentes à temporada 2019/2020. Já a empresa norte-americana ingressou com uma ação de rescisão sob a argumentação de que a federação chilena não cumpriu itens previstos no contrato. O caso será resolvido no Tribunal Arbitral da Câmara de Comércio Internacional, em Nova York, nos Estados Unidos.

A decisão de esconder a marca da Nike nos uniformes da seleção chilena aconteceu de na última quarta, quando a delegação estava em trânsito do Rio de Janeiro - onde empatou com a Argentina em 1 a 1 no último domingo (13) - para Cuiabá, onde enfrentará a Bolívia.

Demais materiais ainda exibem Nike

O Chile cobriu o símbolo da Nike somente no uniforme de jogo. Os demais materiais, como agasalho, roupa de aquecimento e camisas de integrantes da delegação ainda exibiam a logomarca da empresa norte-americana.

A tendência é a de que a seleção chilena jogue toda a Copa América sem a marca de material esportivo em seu uniforme.

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Chile cobre marca da Nike em jogo contra Bolívia pela Copa América - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL

Esporte