PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Sander marca, ofusca estreia de Douglas Costa, e Sport vence o Grêmio

Colaboração para o UOL

17/06/2021 20h59

Classificação e Jogos

Nem mesmo a estreia de Douglas Costa evitou que o Grêmio continuasse com seu pior início de Brasileirão na era dos pontos corridos. Na Ilha do Retiro, o Sport dominou a primeira etapa, soube administrar na segunda e, com o gol de falta de Sander, venceu por 1 a 0 na noite desta quinta-feira (17), pela quarta rodada.

Com o resultado, o Rubro-Negro sobe para a 11ª colocação, com quatro pontos ganhos. Já o Tricolor, com três derrotas, permanece na lanterna do torneio, ainda sem pontuar.

O Sport encara na próxima rodada o Juventude, domingo (20), em Caxias do Sul. O Tricolor só voltará a campo na próxima quinta-feira (24), diante do Santos, em Porto Alegre. A partida diante do Cuiabá que seria realizada no domingo foi adiada pela CBF em função do estado do gramado do estádio Presidente Eurico Gaspar Dutra, que iria receber a partida.

Na minha casa, mando eu

O Sport dominou o Grêmio na primeira etapa. O Leão da Ilha foi superior durante quase todo o tempo e foi premiado com o belo gol de Sander em cobrança de falta, aos 33 minutos. Os visitantes não conseguiram acertar a saída de bola e faltou apoio do meio-campo, que foi pouco efeito. Por outro lado, o Sport soube se portar muito bem, controlando a posse de bola e finalizando com perigo.

Com duas mudanças no intervalo, o Tricolor voltou melhor para segunda etapa e criou mais oportunidades para marcar. Douglas Costa teve 30 minutos para tentar alguma coisa, mas o Leão da Ilha soube se segurar, sem grandes sustos. Cansado, o time até teve chances de contra-ataque, porém não aproveitou.

A estreia de Douglas Costa

Com a melhora da equipe no segundo tempo, Tiago Nunes mandou Douglas Costa a campo com 17 minutos. Atuando mais pela direita, o atleta, sem ritmo de jogo, não brilhou. O Leão da Ilha contou com o apoio da forte chuva que caiu e conseguiu controlar bem as ações ofensivas do Imortal depois de sua entrada. Sander, autor do gol, foi um dos responsáveis por anular qualquer ação mais importante do camisa 10 gremista. Sua única finalização ao gol veio aos 47 minutos e Maílson segurou firme.

Hayner quase marca, mas para os dois lados

Atuando em casa, o Rubro-Negro tomou a iniciativa do jogo desde o primeiro minuto. Criou as principais jogadas e conseguiu a primeira grande chance com Hayner. Aos 11 minutos, ele apareceu pela direita e ficou cara a cara com o goleiro Paulo Victor, mas acabou recuando a bola. No entanto, o jogador do Sport quase fez contra cinco minutos depois. O lateral tentou desviar o cruzamento de Jhonata Robert e acabou acertando a trave da própria meta.

Grêmio melhora e para no impedimento

Após a bola na trave, o Tricolor melhorou e até conseguiu balançar a rede. Maílson defendeu a cabeçada de Diego Souza, mas deu o rebote para Thiago Santos marcar de cabeça. A arbitragem logo anotou o impedimento do meia, que foi confirmado pelo VAR.

Leão retoma controle

Apesar do clima quente na partida, com muita discussão, o time da casa soube administrar bem a partida, fazendo um excelente primeiro tempo. A exibição foi premiada aos 33 minutos, com o gol de Sander. O lateral cobrou bem a falta e contou com o desvio fundamental de Diego Souza na barreira para enganar o goleiro Paulo Victor e inaugurar o marcador na Ilha do Retiro. O tento não mudou muito o cenário do duelo, que foi para o intervalo com muita reclamação, principalmente por parte dos jogadores do Grêmio contra o atacante André.

Tiago Nunes põe o time para frente

Na volta do intervalo, o Imortal veio com duas mudanças. Diogo Barbosa, que tinha uma boa possibilidade até de começar jogando, entrou na vaga de Cortez na lateral esquerda. No meio-campo, uma troca de volantes: Thiago Santos por Victor Bobsin. Apesar de não mudar na estrutura, as alterações deram liga e o Grêmio passou a atacar mais. Ferreira teve a chance de cabecear sozinho aos 7, mas tocou fraco na bola. Já Matheus Henrique bateu firme de fora da área e fez Maílson trabalhar mais.

Cansaço bate

Do meio para o final da segunda etapa, o volume de jogo caiu bastante. Os times estavam cansados, o que prejudicava o poderio ofensivo dos visitantes e a velocidade na hora de encaixar o contragolpe para o Sport. Tréllez tropeçou quando teve a chance, André finalizou para longe. Quem criou a melhor jogada foi Sander, que disparou pela esquerda e inverteu o lance, até que Patric se confundiu com a bola e matou o ataque.

Chuva de cartões

Um alto número de cartões amarelo foi apenas o reflexo de um jogo muito disputado e brigado debaixo de uma forte chuva que caiu após o intervalo. Somente entre os 43 minutos do primeiro tempo e os 4 do segundo, foram cinco (dois para os mandantes e três aos visitantes). Os dois clubes reclamavam muito com o árbitro Denis da Silva Serafim a cada falta ou lance mais pegado.

FICHA TÉCNICA:

SPORT 1 x 0 GRÊMIO
Data e hora: 17/06/2021 (quinta-feira), às 19h (de Brasília)
Local: Ilha do Retiro, no Recife (PE)
Árbitro: Denis da Silva Ribeiro Serafim (AL)
Auxiliares: Esdras Mariano de Lima Albuquerque (AL) e Brigida Cirilo Ferreira (AL)
VAR: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN)
Gol: Sander, aos 33min do primeiro tempo (SPO)
Cartões amarelos: Iago Maidana, Paulinho Moccelin, Gustavo e Tréllez (SPO); Matheus Henrique, Luiz Fernando, Kannemann e Rafinha (GRE).

SPORT: Maílson, Hayner (Tréllez), Rafael Thyere, Iago Maidana, Sabino e Sander; Marcão Silva, Thiago Lopes (José Welison) e Marquinhos (Gustavo Oliveira); André (Neílton) e Paulinho Moccelin (Patric). Técnico: Umberto Louzer

GRÊMIO: Paulo Victor; Rafinha, Geromel, Kannemann e Cortez (Diogo Barbosa); Thiago Santos (Victor Bobsin), Matheus Henrique (Jean Pyerre) e Jhonata Robert; Luiz Fernando (Douglas Costa), Diego Souza e Ferreira (Ricardinho). Técnico: Tiago Nunes

Futebol