PUBLICIDADE
Topo

Eurocopa - 2021

Porta-voz da Euro sobre polêmica de CR7 com Coca: Todos têm sua preferência

Cristiano Ronaldo moveu garrafinhas de Coca-Cola que estavam sobre a mesa em entrevista coletiva - Handout / UEFA / AFP
Cristiano Ronaldo moveu garrafinhas de Coca-Cola que estavam sobre a mesa em entrevista coletiva Imagem: Handout / UEFA / AFP

Do UOL, em São Paulo

16/06/2021 12h32

Classificação e Jogos

Um porta-voz da Eurocopa se manifestou sobre a polêmica de Cristiano Ronaldo envolvendo duas garrafinhas da Coca-Cola.

O português moveu as embalagens do refrigerante que estavam sobre a mesa em entrevista coletiva da seleção portuguesa, anteontem, na Eurocopa. Após afastar o frasco da Coca, o craque pegou uma garrafa de água e fez gestos dando a entender que o correto é beber água, não refrigerante.

"Aos jogadores é oferecido água, além de Coca-Cola e Coca-Cola Zero Açúcar, na chegada em nossas entrevistas coletivas", afirmou o porta-voz à Australian Associated Press. Ele ainda acrescentou: todos "têm direito às suas preferências de bebida".

O gesto de Cristiano Ronaldo deu prejuízo para a Coca-Cola. A empresa apresentou uma perda de US$ 4 bilhões em valor de mercado após a atitude do jogador.

O mercado abriu anteontem com as ações da Coca-Cola custando cerca de US$ 56,10 (cerca de R$ 285). Meia hora depois, as ações apresentaram uma desvalorização de 1,6%, alcançando um valor mínimo de US$ 55,22 (cerca de R$ 280). O jornal "Marca", da Espanha, afirma que a queda aconteceu 30 minutos depois do fim da entrevista coletiva de Cristiano Ronaldo.

A queda das ações fez a Coca-Cola ter uma perda no valor total de mercado de US$ 4 bilhões, caindo de US$ 242 bilhões para US$ 238 bilhões.