PUBLICIDADE
Topo

Série B - 2021

Hoje no Avaí, Valdívia busca 'reviravolta' após passagem apagada pelo Vasco

Valdívia, meia do Avaí, já teve passagem Internacional, Atlético-MG, São Paulo e Vasco - Leandro Boeira / Avaí FC
Valdívia, meia do Avaí, já teve passagem Internacional, Atlético-MG, São Paulo e Vasco Imagem: Leandro Boeira / Avaí FC

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

16/06/2021 04h00

Classificação e Jogos

Vasco e Avaí se enfrentam hoje (16), às 19h, em São Januário, pela Série B do Brasileiro. Com alguns capítulos marcantes na cronologia do duelo, as equipes entram em campo com um personagem em comum na história recente. Outrora apontado como uma promissora revelação do futebol brasileiro, o meia Valdívia teve passagem sem tanto destaque pela Colina e, hoje, é um dos nomes importantes do elenco do clube de Santa Catarina.

No confronto de logo mais, a equipe cruz-maltina, com quatro pontos, busca a segunda vitória para conseguir engrenar na competição — o primeiro triunfo no torneio foi no último sábado, contra o Brasil de Pelotas. O técnico Marcelo Cabo pode realizar mudanças na equipe e há a expectativa de que o zagueiro Leandro Castan, recuperado de um desconforto muscular na coxa direita, volte à equipe.

Já o Avaí, campeão estadual, está na lanterna da competição, com apenas um ponto, e precisa do resultado positivo para aliviar a pressão. Claudinei Oliveira também pode promover alterações nos 11 iniciais em relação à derrota para o Brusque e uma das opções que aparecem no leque do comandante é Valdívia, que está na segunda temporada no clube. Ele chegou ao Leão da Ilha justamente após passagem pelo Vasco.

Revelado para o futebol brasileiro no Internacional, o meia logo ganhou destaque e foi apontado como um dos principais jovens do país. Em setembro de 2015, então artilheiro do Colorado na temporada, foi convocado por Dunga para dois amistosos da seleção olímpica. Ele esteve na lista dos Jogos Olímpicos como suplente e chegou a receber a medalha de ouro.

No ano seguinte, porém, houve uma queda de rendimento e, em 2017, o Inter o emprestou ao Atlético-MG. No Galo, ficou apenas uma temporada e não teve o desempenho esperado. Transferiu-se, então, para o São Paulo, clube que defendeu por poucos meses, antes de ir ao Al-Ittihad, da Arábia Saudita.

A primeira experiência no exterior, porém, não durou muito. Ele voltou ao Internacional e, em abril de 2019, foi anunciado como reforço do Vasco. À época, chegou sob a expectativa de reencontrar o bom futebol que o tornou destaque no Brasil. Mas, em São Januário, não teve muito espaço com Vanderlei Luxemburgo, disputou poucos jogos e não conseguiu engrenar.

Meia Valdívia perdeu espaço no Vasco com o técnico Vanderlei Luxemburgo - Rafael Ribeiro / Vasco - Rafael Ribeiro / Vasco
Imagem: Rafael Ribeiro / Vasco

Diante do desempenho, Valdívia acabou sendo um dos integrantes da "barca" cruz-maltina para o ano seguinte. Em janeiro de 2020, foi apresentado como reforço do Avaí e, na ocasião, não escondeu as mágoas.

"É um ano da reviravolta na carreira. O Avaí ofereceu trabalho para mim, deu a chance de jogar e fazer uma pré-temporada. Tem dois anos que não faço direito, por conta de negociações, vai de um time para outro... Vou dar minha vida, quero fazer história aqui. Será um grande ano", disse, à época.

"Meu objetivo é dar a reviravolta, muitos falam mal de mim, nem costumo mais ver televisão, gosto de ficar brincando com meu filho. Quero fazer gols, conquistar títulos e fazer história aqui junto dos companheiros", completou.

"Fama" nas redes sociais

Destaque em campo, Valdívia também chegou a ter fama nas redes sociais. Com postagens irreverentes e legendas engraçadas, ganhou seguidores. O "poko" virou uma marca registrada do jogador.

Avisado de covid no intervalo

Valdívia acabou protagonizando um episódio inusitado no ano passado. Escalado como titular para o duelo com o CSA, pela Série B do Brasileiro, ele atuou o primeiro tempo e, no intervalo, os médicos do clube foram avisados que o teste dele para covid-19 havia indicado positivo. O jogo terminou empatado em 1 a 1.

Lei do ex?

Daniel Amorim, atacante do Vasco, celebra gol contra o Brasil de Pelotas - Rafael Ribeiro/Vasco - Rafael Ribeiro/Vasco
Daniel Amorim, atacante do Vasco, celebra gol contra o Brasil de Pelotas
Imagem: Rafael Ribeiro/Vasco

Autor do primeiro gol do Vasco na vitória sobre o Brasil de Pelotas, o recém-chegado Daniel Amorim já defendeu o Avaí e, inclusive, marcou contra o próprio time cruz-maltino. Agora, espera pode aplicar a "lei do ex" e balançar a rede novamente.

"Estamos numa sequência boa, todos se doando muito. Passamos de fase na Copa do Brasil e fomos buscar essa vitória fora de casa pela Série B. Agora temos o Avaí. Já joguei lá, eles têm vários jogadores experientes, um time bom. Em 2019, eu tive a felicidade de marcar aqui contra o Vasco. Agora meu foco é estar preparado para aproveitar a oportunidade, se ela aparecer, e marcar com as cores do clube, ajudando na conquista de mais uma vitória", disse, ao site oficial do clube de São Januário.

FICHA TÉCNICA
VASCO X AVAÍ

Competição: Campeonato Brasileiro Série B
Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Dia: 16 de maio de 2021, quarta-feira
Horário: 19h (horário de Brasília)
Árbitro: Marco Aurelio Augusto Fazekas Ferreira (MG)
Assistentes: Marcus Vinicius Gomes (MG) e Fernanda Nândrea Gomes Antunes (MG)