PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Argentinos reclamam do gramado do Nilton Santos, próximo destino do Brasil

Igor Siqueira

Do UOL, no Rio de Janeiro

14/06/2021 22h11

Classificação e Jogos

Dois anos depois da Copa América de 2019, no Brasil, o enredo de reclamações em relação ao gramado começa a se repetir por parte da seleção argentina. Depois do empate com o Chile, hoje (14), no Nilton Santos, tanto o técnico Lionel Scaloni quando Messi fizeram observações negativas a respeito do campo de jogo.

"Ter jogado melhor neste campo diz muito. O estado é lamentável. Nos deparamos com um campo no qual com 10 minutos você não conseguia mais jogar. É mais para outro esporte do que para o futebol. O mesmo acontece em outros estádios da Copa. Um bom campo é essencial para jogar um bom futebol", avaliou Scaloni, na coletiva após a partida.

Tanto Chile quanto Argentina fizeram o aquecimento para o jogo no gramado do Nilton Santos. O clima estava ameno, não choveu no Rio de Janeiro e Messi fez um belo gol de falta. O camisa 10 citou o campo como um obstáculo a mais.

"Faltou tranquilidade. Quando nos colocamos em vantagem, não conseguimos mantê-la. O campo não ajudava. Faltou ter o controle da bola, jogar mais rápido", afirmou.

O cenário no Nilton Santos, especificamente, serve de alerta para a seleção brasileira. O próximo jogo dos comandados de Tite é na quinta-feira, contra o Peru, no estádio carioca. Está programado um Venezuela x Equador para o próximo domingo e no dia 23 já tem o compromisso seguinte do Brasil, contra a Colômbia. Ou seja, agenda intensa.

Na Copa América de dois anos atrás, não tinha Nilton Santos. Mas o protesto de Messi teve o mesmo alvo.

"É difícil jogar às vezes, os campos estão muito ruins, lamentavelmente. É uma vergonha que num gramado desse esteja sendo jogada a Copa América. Não ajuda a jogar, poder ter a bola rápida, dar o toque de primeira. Quica mal, não dá para conduzir", declarou o craque na ocasião.

A Conmebol trabalhou ao longo da semana na preparação do gramado para os jogos da Copa América. Os campos no Brasil geralmente sofrem neste período do ano porque a chegada do inverno reduz o período de iluminação solar.

O Botafogo, administrador do estádio, fez seu último jogo no Nilton Santos no dia 5 de junho, quando venceu o Coritiba por 2 a 0, pela Série B.

Esporte