PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2021

Flu briga até o final e arranca empate nos acréscimos contra o Bragantino

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

13/06/2021 22h25

Classificação e Jogos

Em "tira-teima" após os duelos da Copa do Brasil, o Bragantino recebeu o Fluminense no Nabi Abi Chedid. Se no mata-mata o Tricolor ficou com a vaga, a equipe paulista deixou escapar o "troco" nos minutos finais. Com gols de Lucas Evangelista e Artur, a equipe vencia por 2 a 1, mas deixou escapar a vitória nos acréscimos. Os gols do Flu no empate por 2 a 2 foram de Caio Paulista e Abel Hernández.

Na próxima quarta (16), o Braga visita o Corinthians, 20h30, na Neo Química Arena. Na quinta (17), o Flu recebe a visita do Santos.

Braga se aproveita de erros

Mais organizado desde o início, o Bragantino contou com falhas individuais do Fluminense para quase liquidar a partida. Com qualidade no passe, a equipe ainda subiu com a volta de Claudinho ao time e foi superior durante os 90 minutos em Bragança Paulista, mas vacilou no fim.

Flu sente as mudanças

Com jogadores como Nenê, Fred e Gabriel Teixeira poupados, o Fluminense perdeu muito de seu conjunto e força ofensiva. Muito mexida, a equipe teve dificuldade para desenvolver seu jogo. Com menos alternativas no banco, Roger ainda conseguiu melhorar o panorama com as entradas de Bobadilla e Kayky, que deram mais poder ofensivo aos cariocas. Os tricolores diminuíram o placar e foram premiados com o empate.

Marcos Felipe e Caio Paulista falham em gols

O goleiro Marcos Felipe teve erro crucial no gol de Evangelista. Ao bater a bola para o meio de campo, o tricolor viu a bola ser roubada pelo rival e ser trabalhada até o toque final dos donos da casa. O lance deixou o técnico Roger Machado revoltado à beira do campo. Nos acréscimos da etapa inicial, Caio Paulista se enrolou com a bola, o Braga roubou e o time chegou na área até Artur concluir para o gol.

Ganso: bons lances e irritação

Escalado na vaga de Nenê, o meia Paulo Henrique Ganso descolou alguns bons passes e apareceu com lances de efeito. Com uma atuação coletiva que deixou a desejar, o camisa 10 não brilhou, assim como o restante da equipe. Ao ser substituído por Bobadilla, o meia não escondeu sua insatisfação.

Olímpicos em campo

Fora dos duelos válidos pela Copa do Brasil, Cleiton e Claudinho reforçaram o Bragantino, enquanto Nino foi a novidade no time dirigido por Roger Machado. O trio confraternizou antes do jogo, mas a camaradagem ficou do lado de fora quando a bola rolou.

Cronologia

Aos cinco minutos, Evangelista recebeu passe de Claudinho e bateu para marcar. Aos 47, Artur ampliou. Aos 29 do segundo tempo, Caio Paulista aproveitou desvio e cabeceou para o gol. Aos 47, Abel bateu pênalti e empatou.

Aderlan atinge marca

Antes de a bola rolar, o lateral Aderlan foi homenageado pelos seus 100 jogos pelo Bragantino. Ele recebeu uma camisa emoldurada com o número 100 estampado nas costas.

FICHA TÉCNICA
RED BULL BRAGANTINO X FLUMINENSE

Competição: Campeonato Brasileiro
Local: Nabi Abi Chedid, Bragança Paulista (SP)
Dia: 13 de junho de 2021, domingo
Horário: 20h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e José Eduardo Calza (RS)
VAR: Heber Roberto Lopes (SC)
Gols: Lucas Evangelista, aos 5 minutos do primeiro tempo; Artur, aos 47 minutos do primeiro tempo; Caio Paulista, aos 29 minutos do segundo tempo; Abel, aos 47 minutos do segundo tempo
Cartões amarelos: Natan, Jadsom, Lucas Evangelista (BRA); Roger Machado (FLU)
Cartões vermelhos:

Red Bull Bragantino: Cleiton; Aderlan, Léo Ortiz, Natan (Fabrício Bruno) e Luan Cândido (Weverson); Jadsom (Raul), Lucas Evangelista e Claudinho; Artur, Helinho (Helinho) e Ytalo (Cuello). Técnico: Mauricio Barbieri

Fluminense: Marcos Felipe; Samuel Xavier (Calegari), Nino (Manoel), David Braz e Egídio; Wellington (Nenê), Yago e Ganso (Bobadilla); Luiz Henrique (Kayky), Caio Paulista e Abel Hernández. Técnico: Roger Machado