PUBLICIDADE
Topo

Série B - 2021

Botafogo vence o Remo e fica no G4 da Série B; He-Man estreia no Alvinegro

Chay, do Botafogo, celebra gol contra o Remo, em duelo pela Série B do Brasileiro - Vitor Silva / Botafogo
Chay, do Botafogo, celebra gol contra o Remo, em duelo pela Série B do Brasileiro Imagem: Vitor Silva / Botafogo

Colaboração para o UOL, em São Paulo

13/06/2021 17h54

Classificação e Jogos

O Botafogo venceu hoje (13) o Remo por 3 a 0, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda-RJ, pela terceira rodada da Série B do Campeonaro Brasileiro, e se manteve no G4 da tabela de classificação da competição. Os gols foram marcados por Chay, Rafael Navarro e Pedro Castro.

Com o resultado deste domingo, o time carioca continua invicto na competição e assume a 3ª colocação, com sete pontos, enquanto os paraenses ficam por enquanto no 9º lugar, com quatro.

O Glorioso voltará a campo pela Série B na próxima quinta-feira (17), quando visitará o Londrina, que até o momento somou um ponto em duas partidas no campeonato.

Já o Remo recebe o Vitória na terça-feira (15), no Estádio Evandro Almeida, em Belém-PA.

Botafogo domina e se impõe diante do Remo

Desde os primeiros minutos no Raulino de Oliveira, o Botafogo se impôs diante do Remo e dominou a partida. Aos 12 minutos, os donos da casa abriram o placar com Chay. Os visitantes reagiram, levando perigo em cabeceio de Renan Gorne, mas não voltaram a assustar a defesa do Glorioso.

Na etapa final, o time de Marcelo Chamusca continuou pressionando, marcando duas vezes em um intervalo de cinco minutos: aos 14, Navarro ampliou e, aos 19, Pedro Castro fez o terceiro do time alvinegro, que manteve a consistência no ataque até o final do jogo.

Navarro e Chay são destaques do Fogão

Os destaques da partida foram os atacantes Chay e Navarro, que marcaram os dois primeiros gols da equipe botafoguense. Na primeira etapa, o camisa 14 recebeu livre pela esquerda, invadiu a área e chutou firme no canto direito de Vinicius. Já na segunda etapa, Navarro recebeu em ótima jogada de Ronald e tocou com tranquilidade na saída do goleiro do Remo.

Ambos somam, agora, dois gols em três jogos na Série B, sendo os goleadores do Botafogo na competição.

Rafael Moura estreia pelo Glorioso

Rafael Moura fez a estreia pelo Botafogo na partida contra o Remo, pela Série B do Brasileiro - Vitor Silva / Botafogo - Vitor Silva / Botafogo
Imagem: Vitor Silva / Botafogo

Após o anúncio de sua contratação, no início de junho, o centroavante Rafael Moura, o He-Man, fez sua estreia pelo Botafogo. Ele começou a partida no banco de reservas e entrou aos 38 minutos do segundo tempo, no lugar de Rafael Navarro. Sua única finalização ocorreu aos 44 minutos, quando recebeu na entrada da área e tentou chute colocado, mas mandou pra fora.

O experiente atacante, de 38 anos, soma passagens por equipes como Atlético Mineiro, Corinthians, Fluminense e Internacional.

Homenagens póstumas

Além das vítimas da covid-19 no Brasil, o minuto de silêncio antes da partida de hoje marcou homenagens póstumas a Fabio Lara e Maria Madalena de Oliveira, torcedores do Botafogo, e Marcelino Tomaz, ex-árbitro e analista de desempenho da CBF e da Federação Paulista de Futebol.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 3 X 0 REMO

Local: Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)
Hora: 16h00 (horário de Brasília)
Árbitro: Alisson Sidnei Furtado-TO
Auxiliares: Fábio Pereira-TO e Fernando Gomes da Silva-TO
Cartões amarelos: Guilherme Santos e Gilvan (Botafogo); Paulo Bonamigo, Rafael Jansen e Anderson Uchôa (Remo)
Cartões vermelhos: -
Gols: Chay, aos 13 minutos do 1º tempo; Navarro, aos 14 minutos do 2º tempo e Pedro Castro, aos 19 do 2º tempo

Botafogo: Douglas Borges; Warley, Kanu, Gilvan e Paulo Victor; Guilherme Santos (Pedro Castro), Luís Oyama, Marco Antônio (Ricardinho) e Chay (Diego Gonçalves); Ronald (Daniel Borges) e Rafael Navarro (Rafael Moura). Técnico: Marcelo Chamusca

Remo: Vinicius; Thiago Ennes, Romércio, Rafael Jensen e Marlon (Vinícius Kiss); Anderson Uchôa (Igor Fernandes) Lucas Siqueira, Felipe Gedoz (Erick Flores) e Dioguinho; Jefferson (Rafinha) e Renan Gorne. Técnico: Paulo Bonamigo.