PUBLICIDADE
Topo

Vasco

Pressionado, Vasco pega Brasil de Pelotas e Jabá surge como opção ofensiva

Leo Jabá e German Cano, atacantes do Vasco, celebram gol sobre o Boavista, pela Copa do Brasil - Rafael Ribeiro / Vasco
Leo Jabá e German Cano, atacantes do Vasco, celebram gol sobre o Boavista, pela Copa do Brasil Imagem: Rafael Ribeiro / Vasco

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

12/06/2021 04h00

Classificação e Jogos

O Vasco encara o Brasil de Pelotas hoje (12) pressionado para conquistar a primeira vitória na Série B do Campeonato Brasileiro. Na luta pelo resultado positivo, o técnico Marcelo Cabo ainda faz alterações no time e o atacante Léo Jabá surge como opção. O confronto, no Bento Freitas, em Pelotas, será às 19h.

Até aqui, a equipe cruz-maltina tem apenas um ponto, do empate com a Ponte Preta — a estreia foi com derrota para o Operário - PR, em casa. Na penúltima colocação e com atuações recentes que não convenceram, o time procura o triunfo para engrenar.

Novidade na escalação contra o Boavista, na última quarta-feira, o camisa 7 foi o autor da assistência para o gol de Germán Cano no empate em 1 a 1, que garantiu a classificação do Vasco às oitavas de final da Copa do Brasil. Ele, inclusive, se tornou, ao lado do lateral-direito Leo Matos, o líder de assistências na temporada, com quatro.

"Quando fui substituído, até brinquei com o Pássaro, que tem de dar duas assistências para valer uma [referindo-se ao gol anulado de Gabriel Pec]. Agora, vou cobrar o Cano. O outro pix, contra o Botafogo, ele ainda não fez. Agora, tem dois para fazer", disse, em tom de brincadeira, após o confronto com a equipe de Saquarema.

Cria do Corinthians, o jogador chegou a São Januário justamente em busca de uma maior sequência de partidas, após atravessar um momento complicado na carreira, entre o fim de 2019 e o início de 2020, quando ainda defendia o PAOK, da Grécia. À época, ele teve de passar por uma cirurgia no joelho direito e, dias depois, foi diagnosticado com uma bactéria, chegando a ficar 10 dias internado.

No início de caminhada na Colina, ainda buscava restabelecer a plenitude física, entrando na reta final das partidas. Posteriormente, chegou a atuar em alguns duelos como titular, mas viu a briga se acirrar novamente. A atuação na última partida, quando esteve no lado esquerdo do campo, fez a torcida voltar a tecer elogios e pedir ao técnico Marcelo Cabo a escalação dele novamente.

"Viagem mais difícil"

O técnico Marcelo Cabo considera que, pela logística, a partida contra o Brasil de Pelotas ganha uma dificuldade ainda maior.

"Talvez, seja a viagem mais difícil em termos de logística no campeonato. Será nosso terceiro jogo em seis dias. É uma equipe que tem um jogo mais de bola aérea. Estamos estudando bem o Brasil. O que mais me preocupa é recuperar esses atletas para buscarmos um resultado positivo em Pelotas".

Joia do Vasco está no Brasil

Outrora apontado como joia do Vasco, Lucas Santos foi anunciado recentemente pelo Brasil de Pelotas, após acertar contrato por empréstimo do Cruz-Maltino. Cria do clube de São Januário, ele teve destaque nas categorias de base, mas não conseguiu engrenar no profissional. Em 2019, ele foi emprestado ao CSKA, da Rússia, mas os russos não exerceram a opção de compra dos direitos e ele voltou à Colina.

Por força de contrato, ele não estará à disposição do Xavante para a partida de logo mais.

FICHA TÉCNICA
BRASIL DE PELOTAS X VASCO

Competição: Campeonato Brasileiro Série B
Local: Bento Freitas, Pelotas (RS)
Dia: 12 de Junho de 2021
Horário: 19h
Árbitro: Paulo Henrique Schleich Vollkopf (MS)
Assistentes: Leandro dos Santos Ruberdo (MS) e Cicero Alessandro de Souza (MS)

Brasil de Pelotas: Matheus Nogueira; Vidal, Leandro Camilo, Ícaro e Arthur; Rômulo, Bruno Matias, Gabriel Terra, Netto (Torrão) e Cristian (Luiz Fernando); Júnior Viçosa. Técnico: Cláudio Tencati

Vasco: Vanderlei, Léo Matos, Ernando, Ricardo Graça e MT; Michel (Romulo), Galarza (Bruno Gomes) e Sarrafiore; Léo Jabá, Gabriel Pec e Germán Cano. Técnico: Marcelo Cabo

Vasco