PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Após goleada, SPFC de Crespo supera média de gols de time campeão mundial

Hernán Crespo comemora na goleada do São Paulo sobre o 4 de Julho no Morumbi - CAIO HENRIQUE/AGÊNCIA F8/ESTADÃO CONTEÚDO
Hernán Crespo comemora na goleada do São Paulo sobre o 4 de Julho no Morumbi Imagem: CAIO HENRIQUE/AGÊNCIA F8/ESTADÃO CONTEÚDO

Eder Traskini

Do UOL, em Santos (SP)

11/06/2021 12h00

O São Paulo do técnico Hernán Crespo segue dando motivos para o torcedor sonhar. Já tendo conquistado o título do Paulistão, o Tricolor paulista voltou a vencer em grande estilo goleando por 9 a 1 o 4 de Julho (PI) e superou, neste momento, a marca de média de gols da equipe campeã mundial de 2005.

Antes do jogo de volta da Copa do Brasil, o São Paulo tinha 49 gols em 25 jogos, média de 1,96 gol por jogo, mas o número chegou a 2,23 gols por partida após os nove marcados no Morumbi. Assim, o Tricolor ultrapassou os 2,1 de média da equipe de 2005, que havia balançado as redes 166 vezes em 79 jogos.

O número é momentaneamente o maior desde a temporada 2002. Naquele ano, o Tricolor paulista de Reinaldo, França, Kaká e Luís Fabiano marcou 137 gols em 58 partidas, para uma média de 2,36 gols a cada vez que entrou em campo.

Mesmo antes da goleada aplicada no modesto time piauiense, a média de 1,96 gol por jogo já era impressionante e superava, por exemplo, a equipe tricampeã brasileira entre 2006 e 2008. A média de gols do São Paulo de Crespo pré-9 a 1 só era superada, além dos já citados 2002 e 2005, pela temporada 2003: 145 gols em 73 partidas e 1,98 gol por jogo de média.

Confira os gols e os artilheiros do São Paulo ano a ano até 2002:

2021: 58 gols em 26 jogos (Pablo, 9 gols)
2020: 110 gols em 65 jogos (Brenner, 22 gols)
2019: 56 gols em 60 jogos (Pablo, 7 gols)
2018: 74 gols em 64 jogos (Diego Souza, 16 gols)
2017: 93 gols em 62 jogos (Pratto, 14 gols)
2016: 85 gols em 70 jogos (Calleri, 16 gols)
2015: 107 gols em 69 jogos (Pato, 26 gols)
2014: 112 gols em 68 jogos (Luís Fabiano, 20 gols)
2013: 105 gols em 78 jogos (Aloísio e Luís Fabiano, 21 gols)
2012: 139 gols em 78 jogos (Luís Fabiano, 31 gols)
2011: 112 gols em 70 jogos (Dagoberto, 22 gols)
2010: 112 gols em 71 jogos (Dagoberto, 15 gols)
2009: 102 gols em 67 jogos (Washington, 32 gols)
2008: 109 gols em 71 jogos (Borges, 26 gols)
2007: 115 gols em 73 jogos (Borges, 13 gols)
2006: 138 gols em 73 jogos (Rogério Ceni, 16 gols)
2005: 166 gols em 79 jogos (Rogério Ceni, 21 gols)
2004: 123 gols em 72 jogos (Grafite, 22 gols)
2003: 145 gols em 73 jogos (Luís Fabiano, 46 gols)
2002: 137 gols em 58 jogos (Reinaldo, 26 gols)

São Paulo