PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

Corinthians: Sylvinho explica 86 cruzamentos com 14 acertos em dois jogos

Sylvinho durante partida do Corinthians contra o Atlético-GO que marcou a eliminação do Alvinegro da Copa do Brasil  - Rodrigo Coca/ Ag. Corinthians
Sylvinho durante partida do Corinthians contra o Atlético-GO que marcou a eliminação do Alvinegro da Copa do Brasil Imagem: Rodrigo Coca/ Ag. Corinthians

Yago Rudá

Do UOL, em São Paulo

10/06/2021 11h00

Classificação e Jogos

Os dois confrontos entre Corinthians e Atlético-GO pela terceira fase da Copa do Brasil foram marcados pela insistência do Alvinegro em cruzar as bolas em direção ao gol adversário. Eliminado da Copa do Brasil, com uma derrota e um empate, o Timão tentou 86 cruzamentos nas partidas e acertou apenas 14 deles. O técnico Sylvinho explicou a tática e se comprometeu em fazer ajustes.

De acordo com o comandante do Corinthians, os 33 cruzamentos na partida de ida, em São Paulo, e os 53 do duelo da última quarta (9), em Goiânia, possuem relação com a baixa estatura de seu elenco. O treinador vem pedindo aos seus jogadores que procurem jogadas de linha de fundo e cruzem rasteiro, de preferência para trás e em direção à entrada da área.

"Estamos buscando a correção de cruzamentos, estamos buscando cruzamentos mais baixos, passando pela área, que venha para trás. O nosso time é de uma estatura baixa e sem um centroavante de referência, Nos treinamentos temos buscado tirar esse cruzamento baixo, para trás. Estamos corrigindo para trabalhar combinações de jogadas melhores", argumentou Sylvinho em entrevista coletiva.

Recém-chegado ao Corinthians, com apenas quatro jogos disputados (uma vitória, um empate e duas derrotas), Sylvinho trabalha para encontrar soluções dentro do elenco e montar um time competitivo sem a chegada de reforços. O treinador tenta encontrar um equilíbrio entre sistema defensivo e ofensivo e busca soluções para a equipe ser mais efetiva na criação e finalização de chances de gol.

Uma das alternativas encontradas pela nova comissão técnica está na jogada pela linha de fundo com o cruzamento rasteiro. O problema, no entanto, é que o índice de aproveitamento no fundamento foi de apenas 16% nos confrontos da Copa do Brasil. Considerando, todos os jogos do Corinthians sob o comando de Sylvinho, o acerto nesse tipo de jogada é ainda menor (11%).

Corinthians