PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Bancado por Crespo, Rigoni causa boa impressão em início pelo São Paulo

Rigoni comemora seu primeiro gol pelo São Paulo, na goleada por 9 a 1 sobre o 4 de Julho (PI) - Rubens Chiri / saopaulofc.net
Rigoni comemora seu primeiro gol pelo São Paulo, na goleada por 9 a 1 sobre o 4 de Julho (PI) Imagem: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Eder Traskini

Do UOL, em Santos (SP)

09/06/2021 04h00

Foram só dois jogos, 115 minutos em campo, mas o argentino Emiliano Rigoni já causa boa impressão na torcida tricolor. O meia-atacante ambidestro estreou pelo São Paulo atuando no setor ofensivo diante do Atlético-GO, mas foi escalado como ala pela direita na goleada por 9 a 1 sobre o 4 de Julho e foi bem: um gol e uma assistência.

A versatilidade e a desenvoltura apresentada na partida que classificou o time às oitavas da Copa do Brasil ajuda explicar o interesse de Hernán Crespo pelo seu futebol. A contratação de Rigoni foi uma indicação do técnico ao Departamento de Futebol do São Paulo.

"Rigoni é um jogador muito interessante, que pode ajudar este elenco. É um jogador que tem experiência internacional, ganhou a Sul-Americana com o Independiente (2017), e jogou na Europa (Rússia, Itália e Espanha). Acredito que pode nos ajudar muito", disse Crespo após o empate em 0 a 0 com o Fluminense, na estreia no Brasileirão.

O argentino atuou por quatro temporadas na Europa, passando pelo Zenit (RUS), Atalanta (ITA), Sampdoria (ITA) e Elche (ESP). Ele acertou com o Tricolor paulista por 1,8 milhão de euros (R$ 11,5 milhões na cotação atual), que serão pagos em cinco parcelas, com início somente em dezembro deste ano.

O posicionamento aberto pela direita diante do 4 de Julho foi situacional: Crespo optou por deixar o time extremamente ofensivo, pois precisava da vitória por dois gols na Copa do Brasil para reverter o resultado e avançar no torneio. Precisava de dois gols de diferença, contra um adversário da Série D nacional: conseguiu nove no total. A boa atuação, claro, abriu a possibilidade de nova utilização em momentos de necessidade ofensiva da equipe. Por ali, Daniel Alves vinha sendo o titular antes de lesionar.

Rigoni, que já tinha dado assistência em cruzamento na medida após drible rápido pela direita, foi escolhido para avançar na segunda etapa na vaga de Eder, veterano que saiu para dar lugar a Igor Vinícius — lateral de origem, que disputa minutos com o colombiano Orejuela para a reserva imediata de Dani Alves. O jovem Galeano também já foi usado de modo experimental por Crespo no flanco direito.

Deslocado para o ataque na segunda etapa, Rigoni contou com a sorte de um desvio na marcação para marcar seu primeiro gol com a camisa do São Paulo. Com Luciano atuando como meia, e indo bem como substituto de Benítez, Rigoni pode disputar posição por ali também, tendo o próprio Eder, Pablo, Rojas e novamente Galeano como principais concorrentes.

São Paulo