PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Lanterna na Série B, Cruzeiro busca paz para Conceição na Copa do Brasil

Felipe Conceição vê a pressão em cima de seu trabalho aumentar pela sequência ruim no Cruzeiro - Bruno Haddad/Cruzeiro
Felipe Conceição vê a pressão em cima de seu trabalho aumentar pela sequência ruim no Cruzeiro Imagem: Bruno Haddad/Cruzeiro

Guilherme Piu

Do UOL, em Belo Horizonte

09/06/2021 04h00

Classificação e Jogos

Lanterna da Série B do Campeonato Brasileiro ainda sem conquistar pontos em dois jogos disputados, o Cruzeiro vira a chave e foca atenções agora na Copa do Brasil, mais especificamente na partida contra a Juazeirense (9), às 19h (e Brasília), no estádio Adauto Morais, em Juazeiro do Norte, na Bahia. O time celeste tem como objetivo, claro, seguir adiante na competição, chegar às oitavas de final, e faturar uma grana a mais para o seu combalido cofre.

Não bastasse a imensa necessidade de colocar a mão nos R$ 2,7 milhões, valor a ser pago ao time classificado, já que o clube tem severas dificuldades de quitar compromissos básicos como salários — que sofrem atrasos desde meados de 2020 —, a classificação daria um pouco de paz a Felipe Conceição. O treinador sofre pressão por resultados, pois o início de campanha da Raposa na Série B é ruim, assim como foi o término da participação do time na semifinal do Campeonato Mineiro.

Pressionado, Conceição já respondeu, inclusive, se tem preocupação em perder o emprego por causa da má fase do Cruzeiro.

"Eu não trabalho com emprego, trabalho para o Cruzeiro. Faço todo santo dia para o Cruzeiro ser mais forte a cada dia, e temos demonstrado a força dentro de campo. A minha cabeça continua assim, nunca trabalhei por emprego, sempre trabalhei para o clube, as cores da camisa que estou defendendo. De alma, coração, com muita entrega, e assim continuarem fazendo. E eu tenho certeza do nosso sucesso no final do ano, não tenho dúvida", garantiu.

Nos últimos cinco jogos disputados já são quatro derrotas da equipe azul e apenas uma vitória. Foram dois reveses para o América-MG — semifinal do Mineiro —, derrota para o Confiança e CRB — na Série B — e apenas um triunfo, justamente em cima da Juazeirense. Tanto que esse resultado positivo [ganhou por 1 a 0] dá a vantagem do empate para que a Raposa possa avançar de fase no mata-mata.

"A gente vai em busca da vitória, como sempre, e vamos fazer um grande jogo para levarmos uma grande vitória para casa", afirmou o atacante Guilherme Bissoli, que teve o seu discurso potencializado por outro companheiro de ataque.

"Focar nesse jogo que será muito difícil. Vamos entrar concentrados no jogo para buscar a classificação. Ganhamos a partida de ida e isso nos dá vantagem do empate, mas o Cruzeiro sempre vai jogar para ganhar. Vamos com total foco na vitória", garantiu o atacante Bruno José.

Relacionamento complicado

Além dos resultados ruins nos últimos jogos, o que ficou evidenciado que também não está legal é o ambiente na Toca II. Pelo menos três jogadores já deixaram, em algum momento, transparecer contestações em relação ao trabalho de Felipe Conceição. O mais recente caso tem o atacante Rafael Sóbis como pivô. O veterano reclamou por ter sido substituído na derrota por 4 a 3 para o CRB.

"Tirar quem está jogando bem? Só pode estar de sacanagem comigo. Fica me minando o tempo todo", esbravejou o atacante na saída do gramado na última partida.

Pelo episódio o treinador disse que é preciso respeitar a hierarquia. "Esse assunto vai ser resolvido internamente, mas nenhum atleta está acima do clube nem do treinador. Existe hierarquia e isso vai ser resolvido internamente. A gente não aceita nenhum tipo de adversidade interna", disse Conceição após o jogo com o CRB.

Quem também não está satisfeito com o técnico e Marcelo Moreno. Um dos goleadores da Copa América, o boliviano não tem sido opção para o treinador. O atacante chegou a dar entrevista para um canal chileno afirmando ter recebido propostas para deixar o Cruzeiro.

Willian Pottker, de saída para o futebol árabe, também deu indícios de que havia algo acontecendo. Depois de marcar um gol contra o Coimbra, na oitava rodada do Campeonato Mineiro, o atacante comemorou com a mão na orelha e de olho no banco de reservas. Em outra oportunidade marcou mais dois gols e reclamou de sua pouca utilização nos jogos.

FICHA TÉCNICA

JUAZEIRENSE-BA X CRUZEIRO

Motivo: Jogo da volta da terceira fase da Copa do Brasil
Data e horário: 9 de junho de 2021, às 19h (de Brasília)
Local: Estádio Adauto Morais, em Juazeiro do Norte (BA)
Árbitro: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)
Auxiliares: Thiago Henrique Neto Corrêa Farinha (RJ) e Thiago Rosa de Oliveira (RJ)

JUAZEIRENSE: Rodrigo Calaça, Guilherme Lucena, Mineiro, Eduardo, Martín Rivas Waguinho, Sapé, Patrik; Kesley, Clebson (Waldir), Nino Guerreiro. Técnico Daniel Rabello

CRUZEIRO: Fábio; Cáceres, Ramon, Weverton, Matheus Pereira; Adriano (Matheus Neris), Rômulo, Rafael Sobis; Bruno José, Airton e Guilherme Bissoli. Técnico: Felipe Conceição.

Cruzeiro