PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Hulk é surpreendido ao receber cartão amarelo no vestiário em Recife

Árbitro Raphael Claus presenteou o atacante Hulk, do Atlético-MG, com um cartão amarelo - Arquivo Pessoal
Árbitro Raphael Claus presenteou o atacante Hulk, do Atlético-MG, com um cartão amarelo Imagem: Arquivo Pessoal

Henrique André

Do UOL, em Belo Horizonte

07/06/2021 15h38

Classificação e Jogos

Se for feita uma pesquisa com todos os jogadores de futebol ao redor do planeta, será difícil encontrar atletas que gostem de voltar para casa com cartão amarelo na conta. Porém, contrariando esta lógica, o atacante Hulk viveu momento ímpar na carreira neste domingo (6), quando o Atlético-MG derrotou o Sport-PE por 1 a 0, na Ilha do Retiro, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro.

Quem acompanhou o duelo entre Leão e Galo, percebeu que em determinado momento do jogo o atacante do time mineiro gesticulou bastante e reclamou de forma veemente com o árbitro paulista Raphael Claus. Porém, sem a atenção das câmeras e microfones, a dupla se acertou de forma bem cordial. Arrependido das reclamações, Hulk, ainda em campo, foi em direção ao "dono do apito" e lhe pediu desculpas, reconhecendo que havia exagerado nas cobranças.

Quando já estava no vestiário da Ilha, comemorando os primeiros pontos do Atlético-MG na competição mais importante do país e também o gol anotado em Recife, o paraibano de 34 anos foi surpreendido por um dos auxiliares de Claus. Já sem as chuteiras e parte do uniforme, ele foi "amarelado"; porém, de uma forma inédita em quase duas décadas atuando profissionalmente e que não estará disponível na súmula do jogo, disponibilizada no site da CBF.

No cartão amarelo que ganhou de presente de Raphael Claus, o árbitro parabenizou o camisa 7 do Galo pela humildade em reconhecer o erro com a bola rolando.

"Após o jogo em Recife, fui surpreendido com esta lembrança do árbitro Raphael Claus. Ele pediu para o assistente me entregar no vestiário. No início do jogo reclamei muito gritando com ele sobre um lance. Depois percebi que estava errado e fui falar com ele e pedi desculpas, dizendo que tinha me equivocado, conta Hulk ao UOL Esporte.

No final me despedi e pedi desculpas novamente. Nunca pensei que agradeceria por receber um cartão amarelo. Obrigado Raphael Claus!", acrescenta o artilheiro do Galo na temporada. Em 20 jogos, o atacante marcou 10 gols pelo Alvinegro.

Definitivamente, não é só futebol.

hulk - Paulo Paiva/AGIF - Paulo Paiva/AGIF
Hulk, do Atletico-MG, em campo contra o Sport
Imagem: Paulo Paiva/AGIF

Atlético-MG