PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Dortmund aumenta preço por Haaland para R$ 1,2 bilhão, diz jornal

Haaland durante jogo do Borussia Dortmund contra Eintracht Frankfurt  - Ina Fassbender / POOL / AFP
Haaland durante jogo do Borussia Dortmund contra Eintracht Frankfurt Imagem: Ina Fassbender / POOL / AFP

Colaboração para o UOL

07/06/2021 08h54

De acordo com o jornal 'AS', o Borussia Dortmund definiu o preço por Erling Haaland caso algum clube queira contratar o jogador para a próxima temporada. O valor seria de 200 milhões de euros (cerca de R$ 1,2 bilhão na cotação atual), cifra que é inatingível para qualquer clube, incluindo o Real Madrid, principal interessado no norueguês.

Segundo o jornal espanhol, é tudo uma estratégia do clube alemão para segurar Haaland até 2022, ou para pensar em negociações caso surjam propostas de ao menos R$ 921 milhões, fora as comissões. O Dortmund teve dificuldades para conseguir a classificação para a Liga dos Campeões 2021/22. Por isso, a diretoria aurinegra acredita que sem o camisa 9, a equipe teria muito mais dificuldade nos campeonatos nacionais e internacionais, já que este foi decisivo para o clube conseguir se classificar.

Além disso, os alemães acreditam que vai dar muito trabalho para reabastecer os torcedores no estádio. Antes da pandemia, o Signal Iduna Park, estádio do Borussia, possuía um dos maiores públicos da Europa, com média de 81.500 espectadores por jogo. A diretoria acredita que este número seja recuperado aos poucos, e que a presença de Haaland pode acelerar este processo.

O Real Madrid tem Kylian Mbappé como prioridade, mas caso este não se junte ao clube nesta temporada, o presidente Florentino Pérez tentará negociar pelo atleta de 20 anos, como consta o jornal. Pérez e o CEO do Dortmund, Hans-Joachim Watzke, possuem boa relação e podem chegar a acordos, como a troca de jogadores ou fazer a operação agora, mas acertar os pagamentos futuramente, quando a receita pré-pandêmica estiver definitivamente estabelecida.

Futebol