PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Governador de Goiás explica apoio à Copa América: 'Não podemos politizar'

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM) - Divulgação/Twitter Ronaldo Caiado
O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM) Imagem: Divulgação/Twitter Ronaldo Caiado

Do UOL, em São Paulo

01/06/2021 19h37

Classificação e Jogos

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), explicou a decisão de aceitar sediar jogos da Copa América no estado. O governo Bolsonaro confirmou na tarde de hoje que a competição será realizada no Brasil.

Em publicação nas redes sociais, Caiado listou as exigências feitas para receber as partidas. Ele disse que "não podemos politizar esse assunto" e que é preciso "pensar na saúde e ter coerência". Os jogos serão no Estádio Olímpico, sem público — o Serra Dourada vai servir de suporte.

De acordo com o governador, foram definidos uma série de condições para que os jogos pudessem ser realizados na cidade de Goiânia, incluindo jogos e treinos sem a presença de torcedores e a criação de uma "bolha" para atletas, comissões técnicas, árbitros e imprensa.

Além disso, Caiado exigiu a vacinação de todos os envolvidos na competição e ressaltou que os gastos e investimentos de infraestrutura para a competição não serão custeados pelo Estado de Goiás.

"Não podemos politizar esse assunto de Copa América. Porque estamos tendo Campeonato Brasileiro, Sul-Americana, Libertadores e Eliminatórias. Tivemos estaduais. Qual a diferença se protocolos até mais rígidos de segurança serão tomados? É preciso pensar na saúde e ter coerência", escreveu.

Ontem, a Conmebol já havia divulgado que a Copa América deste ano seria realizada no Brasil. O anúncio surgiu horas após a entidade suspender a Argentina como sede da competição, que começa no dia 13 de junho, por conta da covid-19.

A decisão de receber o torneio em meio à crise de saúde também tem sido alvo de críticas também de políticos e personalidades do esporte.

O Brasil tem mais de 462 mil mortes por covid-19 e ocupa o 2° lugar no mundo com mais óbitos em decorrência da doença.

Esporte