PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

Corinthians não faz proposta, e adeus de Jemerson e Otero fica próximo

Jemerson em ação pelo Corinthians contra o Sport Huancayo, pela Sul-Americana - Rodrigo Coca/Agência Corinthians
Jemerson em ação pelo Corinthians contra o Sport Huancayo, pela Sul-Americana Imagem: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Yago Rudá

Do UOL, em São Paulo

01/06/2021 04h00

Classificação e Jogos

Os contratos do meia Rómulo Otero e do zagueiro Jemerson com o Corinthians entram em contagem regressiva para encerramento. No dia 30 deste mês, os atuais vínculos de cada um deles com o clube do Parque São Jorge chegam ao fim e não devem ser renovados. O primeiro está com a seleção venezuelana e o segundo está machucado. Por isso, a tendência é de que eles não joguem mais pelo Alvinegro.

A atual diretoria do Corinthians segue determinada em seu projeto de cortar custos e equalizar a saúde financeira do clube. Por isso, propostas de renovação não foram apresentadas a Otero e Jemerson, nem devem acontecer até o fim deste mês. O Alvinegro espera abrir espaço em sua folha salarial e a aposta ficará nos garotos revelados no próprio clube.

Titular da equipe até se machucar na semifinal do Campeonato Paulista, contra o Palmeiras, Jemerson é visto como um nome importante para o elenco. Apesar disso, o Corinthians não chamou os empresários do zagueiro para uma conversa e não apresentou qualquer proposta. Nos primeiros meses do ano, o defensor foi sondado pelo Atlético-MG e, mais recentemente, pelo Porto-POR.

Como está sob os cuidados do departamento médico por conta de uma lesão muscular, a tendência é de que o zagueiro não entre mais em campo pelo Corinthians. É possível que Jemerson se recupere antes do fim do mês, mas ainda precisaria passar pelo processo de transição, reintegração ao elenco e adaptação às ideias de jogo trazidas pelo novo técnico Sylvinho.

O caso de Otero é parecido. O meia está com a seleção venezuelana se preparando para as duas próximas rodadas das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022. Embora não seja titular, o jogador deve ser convocado para a disputa da Copa América e, por uma incompatibilidade de calendário, não deve mais vestir a camisa do Corinthians — por mais que retorne ao CT Joaquim Grava ainda antes do término de seu contrato.

Sem a dupla no elenco, a diretoria de futebol deve estudar junto com a comissão técnica a contratação de um ou outro reforço que se encaixe na realidade financeira e no orçamento do clube. Apesar disso, o Corinthians não busca um jogador de renome no mercado e tenta encontrar peças de reposição para o grupo de jogadores com um bom custo-benefício.

Corinthians