PUBLICIDADE
Topo

Esporte

CBF se volta ao Centro-Oeste para Copa América; São Paulo não deve ser sede

Estádio Antônio Accioly minutos antes da partida entre Atlético-GO e Goiás, válida pelo Brasileirão 2020 - Divulgação/ACG
Estádio Antônio Accioly minutos antes da partida entre Atlético-GO e Goiás, válida pelo Brasileirão 2020 Imagem: Divulgação/ACG

Igor Siqueira, Lucas Borges Teixeira e Rodrigo Mattos

Do UOL, em Rio de Janeiro e São Paulo

01/06/2021 17h36

Classificação e Jogos

A CBF já traça uma estratégia de ter uma concentração de jogos no Centro-Oeste do país para viabilizar a Copa América 2021. Com a Brasília confirmada como sede, a entidade está perto de fechar em definitivo Goiânia como outro local de jogos. Há previsão de jogos em dois estádios: Accioly e Olímpico.

A ideia foge um pouco do plano inicial da CBF que era usar estádios da Copa-2014 ou arenas de grande porte. Mas houve seguidas recusas de estados nos quais se planejava jogar, principalmente no Nordeste, e questões de calendário.

Além disso, a CBF tenta achar um caminho que atrapalhe menos os jogos do Brasileirão. Então, há dificuldade para partidas em São Paulo e em Minas. Não deve haver Copa América em São Paulo por falta de estádios. Entes do governo já mostram pessimismo em relação aos jogos, apesar do aval do governador João Doria.

O Rio de Janeiro ainda é desejado pela Conmebol para a final. Depende de uma posição do governo do Estado e da Prefeitura do Rio que ainda farão estudos técnicos para autorizar ou não. Eduardo Paes e Cláudio Castro marcaram uma reunião para esta terça-feira.

Com isso, Goiânia apareceu como opção porque é possível formar um grupo com estádios próximos no Centro-Oeste. O Atlético-GO ofereceu seu estádio, o Accioly. Mas não seriam marcados tantos jogos para não atrapalhar sua campanha na Série A. Além disso, há o Olímpico. Por parte dos goianos, a articulação já envolveu a secretaria de esporte e o gabinete do governador Ronaldo Caiado.

A avaliação da CBF é que são necessários quatro estádios, no mínimo, para realizar a fase de grupos, quartas e semifinais. Um total de 28 jogos, incluída aí a final.

Esporte