PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Políticos se manifestam sobre Copa América: 'Brasil sediará a Cova América'

Luiz Henrique Mandetta, ex-ministro e ex-deputado federal, criticou a decisão do Brasil de sediar a Copa América - Jefferson Rudy/Agência Senado
Luiz Henrique Mandetta, ex-ministro e ex-deputado federal, criticou a decisão do Brasil de sediar a Copa América Imagem: Jefferson Rudy/Agência Senado

Do UOL, em São Paulo

31/05/2021 15h29

Classificação e Jogos

Políticos brasileiros se manifestaram sobre a realização da Copa América no Brasil. Hoje mais cedo, a Conmebol anunciou que a competição será realizada no país.

No Twitter, nomes como os dos ex-candidatos à presidência Guilherme Boulos e Ciro Gomes criticaram a decisão.

"A Argentina, com 77 mil mortos, se negou a sediar a Copa America. O Brasil, com 462 mil mortos, aceitou. É um deboche com o nosso povo", escreveu Boulos.

O ex-ministro da Saúde e ex-deputado federal Luiz Henrique Mandetta também se pronunciou. "Pandemia em expansão. Brasil é, neste momento, um grande covidário. Hoje ficamos sabendo que o Brasil vai sediar a 'Cova América'. Um total cinismo em relação ao que está acontecendo. Inacreditável."

Já o vice-presidente Hamilton Mourão afirmou que não vê problema na realização do torneio, se os jogos não contarem com público nos estádios.

Na cidade de São Paulo, após o governador paulista, João Doria (PSDB), afirmar que não vai se opor à disputa do torneio no estado, a vereadora Luana Alves (PSOL) enviou um ofício ao prefeito Ricardo Nunes (MDB) pedindo para que proíba a realização da competição no município.

"São Paulo está se preparando para enfrentar mais uma terrível onda de mortes e internações. Não é possível que nesse período a cidade se disponha a alocar recursos para a realização de uma competição esportiva internacional", escreveu a líder da bancada do PSOL na Câmara Municipal.

Veja as reações de políticos:

Omar Aziz, presidente da CPI da Covid no Senado:

"Se não tiver público e tiver todas as garantias sanitárias, com certeza absoluta, não vejo grandes problemas, porque nós temos já campeonatos andando"

Hamilton Mourão, vice-presidente da República:

"Não tem público né... Não tendo público não tem problema. É só dividir bem as sedes e acabou"

Esporte