PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Bastante desfalcado, Atlético-MG terá maratona aérea durante a semana

Jogadores do Atlético-MG em momento de união minutos antes de a bola rolar contra o Fortaleza - Fernando Moreno/AGIF
Jogadores do Atlético-MG em momento de união minutos antes de a bola rolar contra o Fortaleza Imagem: Fernando Moreno/AGIF

Henrique André

Do UOL, em Belo Horizonte

31/05/2021 12h20

Classificação e Jogos

Após estrear com derrota em casa no Campeonato Brasileiro, ao perder por 2 a 1 para o Fortaleza na manhã de ontem (30), o Atlético-MG se prepara para mais uma "maratona aérea" durante a semana, como já tem se acostumado. Desta vez, porém, com inúmeros desfalques.

Sem Guga, Arana, Alonso, Franco, Vargas e Savarino, convocados para as respectivas seleções, e Keno, que se recupera de lesão muscular, o Galo viaja na tarde de hoje (31) para Belém do Pará, onde na quarta-feira encara o Remo pelo jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil. O jogo, no Baenão, está marcado para às 19h.

Com retorno a Belo Horizonte marcado para o dia seguinte do duelo, às 10h40, os jogadores não terão muito tempo para descansar. O grupo se reapresenta na sexta ao técnico Cuca e fará apenas dois treinos antes de novamente pegar o avião; desta vez, para Recife. No domingo, a partir das 20h30, o Alvinegro encara o Sport-PE pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro.

"Claro que foi longe de ser um resultado que nós esperávamos para a estreia no Brasileiro, ainda mais sendo diante de nossos domínios, na nossa casa, no Mineirão. Mas acho que, infelizmente, isso vai acontecer, as derrotas vem e basta ver como vamos encará-las. Temos nova oportunidade, na quarta-feira, competição de tiro curto, por mais que acabe no fim do ano. Mas são poucos jogos para chegar até a final que almejamos. É ter inteligência para fazer bom jogo e trazê-lo pra nossa casa depois", destacou o volante Tchê Tchê durante entrevista coletiva realizada nesta segunda-feira na Cidade do Galo.

"Não somos o melhor time quando vencemos, e muito menos um time que está tudo errado na hora da derrota. Temos boa oportunidade de demonstrar novamente bom futebol na partida de quarta, e vamos conversar bastante sobre isso, saber com a equipe do Remo jogo e ir preparado para esse jogo fora de casa, que será difícil", acrescentou.

Milhas e milhas

Contando o tempo de deslocamento total, os atletas devem ficar 8 horas dentro das aeronaves, sem considerar o retorno de Recife, provavelmente na segunda-feira (7). Com ele, serão 11 horas voo. Até Belém, serão 2h30. Até Recife, outras 3h. Obviamente, o desgaste também se dá por todo deslocamento terrestre, tempo para embarque, desembarque, etc.

Amanhã, já no Pará, a equipe fará o último treinamento antes do duelo de quarta contra os donos da casa.

Também nesta terça-feira (1), o Atlético-MG ainda conhecerá o adversário nas oitavas de final da Copa Libertadores. O sorteio será realizado a partir das 13h (horário de Brasília), na sede da Conmebol, em Assunção, Paraguai.

Atlético-MG