PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Guardiola bate na trave e não conduz projeto do City a título inédito

Pep Guardiola lamenta chance perdida pelo Manchester City na final da Champions - Carl Recine - Pool/Getty Images
Pep Guardiola lamenta chance perdida pelo Manchester City na final da Champions Imagem: Carl Recine - Pool/Getty Images

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte

29/05/2021 18h00

O Manchester City chegou pela primeira vez à final da Liga dos Campeões da Europa. A temporada 2020-21 poderia ser coroada com a glória europeia, inédita na história do clube. Na final, neste sábado (29), os comandados de Guardiola perderam para o Chelsea por 1 a 0 e vão ter que esperar, pelo menos mais uma temporada, para alcançar o degrau mais alto do futebol europeu.

Guardiola assumiu o City para a temporada 2016-17 e o vice-campeonato foi sua melhor campanha no torneio europeu no comando do time inglês. Desde então, sempre ficou pelo caminho no mata-mata: oitavas de final para o Monaco (FRA), nas quartas de final em dois anos seguidos para Liverpool-ING e Tottenham-ING.

A sequência de eliminações no mesmo estágio do continuou para o Lyon-FRA e, na última temporada, a equipe inglesa parou no eventual campeão Bayern-ALE, na semifinal.

Ainda que não tenha conquistado o título europeu, é difícil falar que Guardiola fracassou no comando do City. Desde que assumiu foram três títulos da Premier League, uma Copa da Inglaterra, quatro Copas da Liga e duas Supercopas.

Esporte