PUBLICIDADE
Topo

Liga dos Campeões - 2020/2021

Champions: Moradores de Porto temem aumento de casos de covid após final

Colaboração para o UOL, em São Paulo

29/05/2021 08h55Atualizada em 29/05/2021 14h18

Os moradores de Porto, em Portugal, não estão muito contentes com a decisão da Uefa para a realização da final da Liga dos Campeões no Estádio do Dragão. A mudança veio à tona pelo fato de que Istambul estaria na lista vermelha do governo britânico, o que impediria a presença dos torcedores para acompanhar a decisão entre Manchester City e Chelsea.

De acordo com uma reportagem publicada pelo 'The Guardian', os moradores temem um aumento nos casos de infecções por covid-19 após a partida, justamente pelo grande número de turistas ingleses que desembarcaram no país para acompanhar o confronto.

Segundo alguns registros, centenas de fãs já foram vistos sem máscara nas ruas e nos bares à beira do rio Douro.

O governo de Portugal e as autoridades planejavam que os torcedores poderiam chegar somente no dia da partida, permanecer em uma 'bolha' e voltar para casa logo após o jogo. Mas, não saiu como previsto.

A comandante da polícia Paula Peneda disse, em entrevista coletiva, que as autoridades esperavam muitos torcedores ingleses sem ingresso na cidade no sábado, mas não puderam especificar um número.

As autoridades disseram que não podiam impedir os fãs de circularem porque agora os turistas britânicos podem entrar e sair de Portugal se apresentarem um teste PCR negativo.

Mais revolta

Além do receio pela pandemia, muitos moradores também questionaram a falta de coerência do governo local em permitir que turistas possam acompanhar partidas de futebol em Portugal e os moradores locais não.

"Se eles abrem [os estádios] para os ingleses, deveriam abri-los para todos", disse Alexandre Magalhães, que passava pelo Porto, que estava lotado de fãs.

A finalíssima

Ao todo, foram liberados 12 mil pagantes para acompanharem o confronto. A divisão foi feita para os clubes, que organizaram, junto com a Uefa, a comercialização das entradas.

A bola rola às 16h (de Brasília), no Estádio do Dragão. Caso vençam, os comandados de Guardiola conquistarão um título inédito na sua história. Já o Chelsea pode conquistar o bicampeonato, afinal, levantou a 'orelhuda' na edição de 2012.