PUBLICIDADE
Topo

Santos

Santos sente altitude, perde para The Strongest e dificulta Libertadores

Colaboração para UOL, em Santos

18/05/2021 21h11

Classificação e Jogos

O Santos perdeu para o The Strongest, por 2 a 1, nesta noite, em La Paz, na Bolívia, e dificultou sua vida na Copa Libertadores da América. Com o resultado, o Peixe é segundo colocado no Grupo C, com apenas seis pontos, empatado com Boca Juniors e o time boliviano. Os argentinos têm confronto marcado para quinta-feira (20) contra o líder Barcelona de Guayaquil.

A derrota faz o Peixe depender de uma combinação de resultados. Dependendo do desfecho do duelo desta quinta entre Barcelona e Boca, o Alvinegro praiano saber o que será necessário para avançar às oitavas de final. Na última rodada, dia 26, o Santos enfrenta o Barcelona de Guayaquil.

Sentiu

Assim que o jogo começou foi possível notar a dificuldade do Santos para se adaptar à altitude de La Paz. Os 3.640 metros acima do nível do mar foram mais um adversário para os visitantes, que se mostraram extremamente frágeis.

Os bolivianos aproveitaram a dificuldade dos brasileiros para pressionar a saída de bola, induzindo o time a dar chutes longos. O Strongest, ao contrário do Peixe, jogava com facilidade e encontrava espaços para chegar ao ataque.

Questão de tempo

A defesa do Peixe esteve muito abaixo do que costuma apresentar. Pará, Luan Peres, Kaiky e Felipe Jonatan não estavam se achando na partida e João Paulo foi acionado logo cedo. Era questão de tempo para os donos da casa abrirem o placar.

O gol veio aos 15 minutos, em um dos maiores defeitos do Santos: a bola aérea. João Paulo ficou exposto, mas fez bonita defesa. No rebote, porém, a bola entrou em chute de Reinoso.

Praticamente na sequência, o goleiro voltou a salvar a equipe em mais uma chegada perigosa dos bolivianos que, por causa de mais uma bonita defesa de João, não ampliaram.

Segundo dos estrangeiros

A facilidade do The Strongest para chegar ao ataque impressionou. Os estrangeiros faziam o que queriam na defesa do Santos, que não encontrou meios de parar o adversário.

A consequência foi mais um gol de bola aérea, dessa vez de Willie, que aproveitou um cruzamento e ajeitou de cabeça sem dar chances a João Paulo.

Alívio para o Santos

Mal deu tempo de os donos da casa comemorarem. Na sequência, o Peixe ganhou vantagem na partida. Castillo recebeu o segundo cartão amarelo e acabou expulso por dura falta em Kaio Jorge.

Melhora dos visitantes

Apesar do início muito ruim, o Santos ganhou novo gás ao estar com um a mais em campo. O time de Fernando Diniz, que não esteve na beira do gramado por ter sido expulso diante do Boca Juniors, conseguiu ser agressivo e fez Daniel Vaca trabalhar.

Pirani e Jean Mota começaram a arriscar chutes de longe que passaram perto da trave. Kaio Jorge por muito pouco não marcou de cabeça em um escanteio de Jean na reta final da primeira etapa.

Chance desperdiçada

Na segunda etapa, o Santos voltou muito mais ligado e reviveu um lance decisivo para fazer o primeiro gol: Jean Mota cruzou e Kaio Jorge, sozinho, tentou empurrar de cabeça, mas não conseguiu. Uma chance clara desperdiçada.

GOLAÇO!

Em meio ao cenário dramático de falta de ar e desgaste na Bolívia, o Santos acorda para o jogo e passa a arriscar mais bolas de longe, já que teve dificuldade na construção.

Em um novo escanteio de Jean Mota, a defesa afasta e sobra para Felipe Jonatan. De longe, o lateral-esquerdo enche o pé e a bola entra no canto do gol.

Diminui e equilibra

Após o gol de Felipe, o Santos segue buscando o empate, mas tem muita dificuldade devido ao time desgastado fisicamente. Consequentemente, o time de Diniz diminui o rendimento e passa a deixar os bolivianos jogarem. O jogo é equilibrado, ambos criam chances, mas nem um dos times é efetivo.

FICHA TÉCNICA

THE STRONGEST 2 X 1 SANTOS

Data/Hora: 18/05/2021, terça feira - 19h15

Local: La Paz, na Bolívia.
Árbitro: Diego Haro (PER)
Assistentes: Michael Orue e Jesus Sanchez (ambos peruanos)
Cartões amarelos: Jean Mota, Kaio Jorge, Copete, Felipe Jonatan (SAN) - Valverde (STR)

Cartões vermelhos: Castillo, Zoch (STR)
GOLS: Reinoso (1-0) - Willie (2-0) - Felipe Jonatan (2-1)

THE STRONGEST: Daniel Vaca; Saúl Torres, Gonzalo Castillo, Marteli, Valverde e José Sagredo; Richet Gómez e Ramiro Vaca; Willie Barbosa (Arrascaita), Jair Reinoso e Rolando Blackburn (Jesús Segredo).

SANTOS: João Paulo; Pará (Madson), Kaiky (Copete), Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Jean Mota (Ivonei) e Gabriel Pirani (Marcos Leonardo); Ângelo (Allanzinho), Kaio Jorge e Lucas Braga.

Santos