PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

Resgatar medalhões e dar padrão: desafios do próximo técnico do Corinthians

Gil e Jô viraram reservas no Corinthians com o técnico Vagner Mancini - Rodrigo Coca/ Ag. Corinthians
Gil e Jô viraram reservas no Corinthians com o técnico Vagner Mancini Imagem: Rodrigo Coca/ Ag. Corinthians

Guilherme Amaro

Colaboração para o UOL, em São Paulo

17/05/2021 04h00

O substituto de Vagner Mancini, demitido pelo Corinthians ontem (16) após a eliminação pelo Palmeiras na semifinal do Campeonato Paulista, terá o desafio de resgatar medalhões do elenco e dar padrão de jogo ao time. Essas eram as principais críticas ao antigo treinador.

Mancini chegou ao Corinthians em outubro do ano passado e comandou a equipe em 45 partidas, com 20 vitórias, 13 empates e 12 derrotas, 54% de aproveitamento. Neste período, o técnico não conseguiu encontrar a formação ideal, colocou na reserva jogadores como Gil, Fábio Santos e Jô, mudou o esquema tático para três zagueiros, mas o time continuou sem embalar.

Além dos medalhões Gil, Fábio Santos e Jô, outros jogadores que tiveram sequência como titulares perderam a posição nas últimas partidas, como Camacho e Mateus Vital, que passou por cirurgia e não retomou seu lugar na equipe após recuperar-se.

Outro caso emblemático é o de Rodrigo Varanda, atacante bastante elogiado por Mancini e mantido como titular absoluto no início da temporada e que nem sequer estava no banco de reservas no clássico contra o Palmeiras.

No início deste mês, na partida contra o São Paulo, Mancini resolveu mudar o esquema tático do Corinthians e passou a escalar a equipe com três zagueiros. Após o empate por 2 a 2 no Majestoso e da vitória por 3 a 0 sobre o Sport Huancayo, o treinador disse que havia encontrado uma forma "mais eficaz" de o time jogar.

Na sequência, o Corinthians venceu Novorizontino e Inter de Limeira, mas foi goleado por 4 a 0 pelo Peñarol, resultado que o deixou sem chances de classificação às oitavas de final da Sul-Americana, e perdeu para o Palmeiras, culminando na demissão de Mancini.

O presidente do Corinthians, Duílio Monteiro Alves, disse que espera anunciar o novo técnico nos próximos dias. O Corinthians volta a jogar nesta quinta-feira (20), contra o Sport Huancayo, pela quinta rodada do Grupo E da Sul-Americana. O Timão inicia o Campeonato Brasileiro no dia 30, contra o Atlético-GO, na Neo Química Arena.

"Futebol, muitas vezes, nos obriga a fazer mudanças, e entendemos que nesse momento, o Corinthians precisa mudar sua comissão técnica. Nos próximos dias, depois de conversar com toda a nossa diretoria, vamos anunciar nosso novo comandante", afirmou Duílio.

Com pouco dinheiro em caixa, o Corinthians precisa encontrar um substituto capaz de levar o futebol do time para um patamar mais elevado, mas sem demandar grandes investimentos. O que torna a missão do futuro treinador ainda mais desafiadora.

Corinthians