PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Embalado, São Paulo espera definição das finais de olho em reforços

Pablo é um dos destaques da equipe comandada por Crespo - Marcello Zambrana/AGIF
Pablo é um dos destaques da equipe comandada por Crespo Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Leonardo Parrela

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte.

17/05/2021 04h00

Classificação e Jogos

O São Paulo está novamente na final do Campeonato Paulista, fato que não acontecia desde 2019. O adversário em busca do título, que não chega desde 2005, será o Palmeiras - atual campeão do torneio. A seu favor, o São Paulo tem o bom futebol jogado nesta temporada. Foram 18 jogos com 12 vitórias, cinco empates e uma derrota. O Tricolor tem a melhor campanha no Paulistão 2021 e, por isso, decidirá o título em casa.

São 14 jogos pelo estadual e 10 vitórias, além de três empates e uma única derrota. A equipe está invicta desde 13 de março, quando perdeu para o Novorizontino, por 2 a 1. No total, são 36 gols marcados e 11 sofridos. Sob o comando do treinador argentino Hernán Crespo, nomes como Dani Alves, Pablo e Gabriel Sara ganharam muito destaque. Miranda e Benítez são duas contratações que também encaixaram muito bem na maneira de jogar pensada pelo comandante e os resultados são vistos em campo. Na final, a equipe terá o maior desafio até agora.

Para o duelo contra o Palmeiras, porém, Crespo ainda não pode fazer planos. A Federação Paulista não divulgou quando os jogos finais serão disputados. O anúncio deve ser feito hoje e há possibilidade da série final começar já nesta quinta-feira. Garantido, sabe-se que a primeira partida será no Allianz Parque e a segunda no Morumbi.

Essa indefinição sobre a data da partida impede o treinador são-paulino de saber, inclusive, se poderá contar com Dani Alves e Éder. Ambos os jogadores ficaram fora da semifinal por estarem lesionados. "Desejo saber quando se joga a final para saber se posso contar com os machucados", afirmou em entrevista coletiva.

Mesmo nessas condições, Crespo elogiou bastante o elenco após a vitória diante do Mirassol e disse saber a oportunidade que tem. "Estou falando de grandes profissionais (os jogadores), profissionais que têm um sonho e que agora temos a possibilidade, falta o último passo. O mais importante para mim é isso: agradecer aos atletas", disse. O treinador também afirmou estar muito empolgado com o que vê em campo por parte dos comandados.

O Choque-Rei decidirá novamente um Paulistão depois de quase 30 anos. A última vez que as equipes se enfrentaram pelo título foi em 1992, quando o São Paulo saiu campeão.

São Paulo