PUBLICIDADE
Topo

Botafogo

Ricardinho pede "cabeça erguida" ao Botafogo e critica pênalti não marcado

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

16/05/2021 13h38

Após a derrota do Botafogo por 1 a 0 para o Vasco na primeira partida da final da Taça Rio, na manhã de hoje (16), no Nilton Santos, o meia Ricardinho pediu que o time alvinegro mantenha o trabalho para mudar o cenário e possa levantar o troféu.

Nesta edição do Campeonato Carioca a Taça Rio está sendo disputada pelas equipes que ficaram da quinta à oitava colocação na primeira fase. Na semifinal, o Botafogo eliminou o Nova Iguaçu e o Vasco bateu o Madureira. Nesta etapa do torneio, não há vantagem.

O triunfo do time de São Januário aconteceu com gol de Cano, logo no começo do segundo tempo, em jogada em que o zagueiro Sousa cometeu falha na saída de bola.

"Sabemos como pode ser definido o jogo e quase sempre alguém tem que errar, ou é em um detalhe que um vai sair vitorioso, se não terminaria empatado. Mas é continuar com a cabeça erguida, trabalhar ainda mais forte essa semana porque temos totais condições de ir a São Januário e conseguir o resultado. Nenhum time tem a vantagem, então, uma vitória nossa nos dá a possibilidade de ser campeão. É continuar firme, com a cabeça boa para reverter esse placar lá", disse, em entrevista à BotafogoTV.

Ricardinho fez coro aos jogadores do Botafogo em relação ao lance que reclamaram ter sido pênalti em Ronald, após choque com Galarza.

"De onde eu estava, também achei que [Ronald] tomou a pancada na perda. O bandeira estava mais próximo, talvez pudesse ajudar, ou o árbitro, realmente, estar em uma posição melhor. É aquela situação, se fosse fora da área ele daria falta, mas dentro da área, porque é pênalti, deixou de dar e, talvez tenha prejudicado a gente. Mas vamos continuar trabalhando para reverter esse placar", apontou.

Botafogo