PUBLICIDADE
Topo

Paulista - 2021

Palmeiras bate Corinthians em Itaquera e está de novo na final do Paulistão

Victor Luis comemora gol do Palmeiras após aproveitar rebote de Cássio, do Corinthians - MARCO GALVãO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO
Victor Luis comemora gol do Palmeiras após aproveitar rebote de Cássio, do Corinthians Imagem: MARCO GALVãO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

Colaboração para o UOL, em São Paulo

16/05/2021 17h59Atualizada em 16/05/2021 22h49

Classificação e Jogos

Atual campeão, o Palmeiras chegou com tudo à final do Paulistão. Após poupar titulares ao longo do campeonato, o Verdão teve força máxima hoje (15), venceu o Corinthians, por 2 a 0, na Neo Química Arena, e está de novo na final. O adversário na decisão será o São Paulo, que goleou o Mirassol por 4 a 0 nesta noite, no Morumbi.

Os gols foram marcados por Victor Luis, aos 11 minutos do primeiro tempo, e Luiz Adriano, aos 30 da etapa final. Luan ainda perdeu pênalti para o Corinthians já aos 41. O Palmeiras foi melhor durante toda a partida e quase não sofreu perigo. O Timão, agora eliminado do Paulistão e sem chances de classificação na Copa Sul-Americana, vive momento delicado e demitiu o técnico Vagner Mancini.

Os jogos das finais estão agendados para esta quinta-feira (20) e domingo (23). A Federação Paulista de Futebol, porém, ainda pode remarcar os duelos para os dois próximos domingos, dias 23 e 30.

Palmeiras não demora para abrir o placar

Não demorou muito para a superioridade do Palmeiras se transformar em gol. Aos 11 minutos, após jogada de Raphael Veiga, Rony finalizou rasteiro, Cássio deu rebote e Victor Luis completou para o fundo da rede.

Victor Luis - Corinthians 0 x 1 Palmeiras

Gols UOL Esporte

O jogo que o Palmeiras gosta

Com 1 a 0 no placar, o Palmeiras ficou ainda mais confortável para fazer o que mais sabe: se fechar bem num 5-3-2 e tentar contra-ataques rápidos principalmente com Rony.

Jemerson salva e precisa ser substituído

Rony partiu em velocidade e saiu na cara de Cássio, mas Jemerson conseguiu travar a finalização já dentro da área. O zagueiro, porém, sentiu dores musculares por causa do lance e precisou ser substituído por Gil.

Victor Luis acerta a trave

Quando Jemerson ainda estava em campo, mas sem conseguir correr, o Palmeiras quase aproveitou para ampliar. Luiz Adriano deu ótimo passe para Victor Luis, que, livre dentro da área, mandou na trave de Cássio.

Primeiro tempo todo do Palmeiras termina com gol anulado

O Palmeiras dominou o primeiro tempo e desperdiçou diversas chances de ir para o intervalo com vantagem maior no placar. No último lance, Luiz Adriano chegou a balançar a rede após bate-rebate na área, mas o atacante estava em posição de impedimento e o gol foi bem anulado.

Gol impedido de Luiz Adriano - Corinthians x Palmeiras

Gols UOL Esporte

Mancini mexe para o segundo tempo

Depois de ver seu time inofensivo durante a etapa inicial, Mancini fez duas substituições para o segundo tempo. Gustavo Mosquito entrou no lugar de Mandaca, o escolhido para substituir Fagner, que contraiu coronavírus. Além disso, Mateus Vital foi acionado para a vaga de Cauê.

Palmeiras continua melhor, mas sem assustar tanto

As substituições não surtiram o efeito desejado por Mancini. O Palmeiras quase não sofria perigo, mas não mostrava mais tanta força nos contra-ataques. Só assustou no primeiro minuto da etapa final, com chute de Rony que passou perto do gol alvinegro.

Luiz Adriano mata o jogo

O Palmeiras era melhor, mas o resultado era perigoso até os 30 minutos do segundo tempo, quando Luiz Adriano ampliou. Zé Rafael lançou para o camisa 10, que tabelou com Rony e chutou rasteiro, sem chance para Cássio.

Luan perde pênalti e encerra chance de pressão final

O Corinthians tentava uma pressão nos minutos finais e Gustavo Mosquito sofreu pênalti de Danilo. Já aos 41, Luan foi para a cobrança, mas acertou o travessão e acabou com qualquer possibilidade de o Timão tentar buscar o empate.

Clássico termina com troca de empurrões e expulsões

Já nos acréscimos, o Palmeiras segurava a bola no campo de ataque quando Luan fez falta em Viña. O lance desencadeou uma troca de empurrões entre os jogadores. João Victor e Zé Rafael foram expulsos.

Apoio antes do Dérbi

Líderes da Gaviões da Fiel, principal torcida organizada do Corinthians, se reuniram com o elenco na saída do CT Joaquim Grava antes do jogo. Eles destacaram a importância do clássico e demonstraram apoio. Na Academia de Futebol, houve foguetório na saída do ônibus do Palmeiras rumo a Itaquera.

Palmeiras segue invicto como visitante

O desempenho do Palmeiras fora de casa nesta temporada impressiona. Foram 12 jogos como visitante, com nove vitórias e três empates. O time chega forte para a final do Paulistão.

Corinthians não vence o rival há seis jogos

A sequência agora tem três vitórias do Palmeiras e três empates. O último triunfo alvinegro foi no dia 22 de julho do ano passado, pela fase de grupos do Paulistão. Além disso, o Verdão não perdeu nas últimas quatro vezes que foi a Itaquera, com duas vitórias e dois empates. Ao todo, o estádio corintiano recebeu o Dérbi 15 vezes: seis vitórias do Timão, quatro empates e cinco triunfos do Palmeiras.

Os números gerais do Dérbi

Nas contas do Corinthians, agora são 130 vitórias do Palmeiras, 128 triunfos alvinegros e 112 empates. O Verdão, por sua vez, considera jogos de 15 minutos de duração do extinto Torneio Início, além de um W.O. em 1923 e da Taça Henrique Mundel em 1938. Assim, nos números da conta alviverde agora são 134 vitórias, 117 empates e 130 triunfos do Corinthians.

CORINTHIANS 0 X 2 PALMEIRAS

Local: Neo Química Arena, em São Paulo (SP)
Data e hora: 16/5/2021, às 16h
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza
Assistentes: Neuza Ines Back e Daniel Paulo Ziolli
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral
Cartões amarelos: Ramiro, Gabriel, Otero, Raul, Luan (Corinthians); Luan, Weverton (Palmeiras)
Cartões vermelhos: João Victor (Corinthians); Zé Rafael (Palmeiras)
Gols: Victor Luis, aos 11 minutos do 1º tempo; Luiz Adriano, aos 30 minutos do 2º tempo

CORINTHIANS: Cássio; João Victor, Jemerson (Gil) e Raul; Mandaca (Gustavo Mosquito), Ramiro (Léo Natel), Gabriel, Lucas Piton, Luan e Otero (Jô); Cauê (Mateus Vital). Técnico: Vagner Mancini

PALMEIRAS: Weverton; Luan, Gustavo Gómez e Renan; Mayke, Felipe Melo (Danilo), Patrick de Paula, Raphael Veiga (Zé Rafael) e Victor Luis (Viña); Rony e Luiz Adriano (Danilo Barbosa). Técnico: Abel Ferreira