PUBLICIDADE
Topo

Carioca - 2021

Botafogo e Vasco iniciam final da Taça Rio, "último teste" antes da Série B

Vasco e Botafogo duelaram em São Januário na Taça Guanabara, primeira fase do Carioca - Vitor Silva/Botafogo
Vasco e Botafogo duelaram em São Januário na Taça Guanabara, primeira fase do Carioca Imagem: Vitor Silva/Botafogo

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

16/05/2021 04h00

Classificação e Jogos

Botafogo e Vasco iniciam hoje (16) o que pode ser considerado um "último teste" para as equipes antes da Série B do Campeonato Brasileiro, grande desafio desta temporada para ambas. No Nilton Santos, às 11h05, os rivais fazem o primeiro jogo da final da Taça Rio, que nesta edição do Campeonato Carioca foi disputada pelos times que ficaram entre a quinta e a oitava colocações da fase classificatória, e levantar o troféu pode ser um alento após a eliminação precoce no Estadual, além de um combustível para a competição nacional.

Os clubes vivem cenários parecidos neste começo de 2021. Após o rebaixamento na última temporada, atravessaram uma reformulação no departamento de futebol, trocaram técnicos e fizeram mudanças no elenco. As semelhanças também estão no extracampo, com as duas diretorias estudando soluções para estancar a crise financeira.

No lado alvinegro deste clássico, a pressão é um pouco maior. O técnico Marcelo Chamusca se viu como alvo de protestos da torcida após resultados negativos no Carioca e, principalmente, na Copa do Brasil, competição em que o Glorioso foi eliminado para o ABC.

A cúpula, por sua vez, demonstra confiança no treinador e ainda está no mercado em busca de reforços, tendo na lista um volante, um meia e um atacante — que se torna mais urgente após as saídas de Pedro Raul e Matheus Babi.

Técnico Marcelo Chamusca conversa com elenco do Botafogo - Vitor Silva / Botafogo - Vitor Silva / Botafogo
Imagem: Vitor Silva / Botafogo

"Temos trabalhado com o nosso departamento de futebol, estamos analisando possibilidades. Existe uma questão que é muito inerente ao momento. Estamos entrando na fase final de alguns campeonatos estaduais. Então, dificilmente você vai conseguir trazer jogadores que estão em outras equipes disputando campeonatos. Temos várias tratativas, várias possibilidades, temos mapeado as características que precisamos, principalmente para a Série B", disse Chamusca, após a vitória sobre o Nova Iguaçu, na semifinal.

Nos bastidores, o Botafogo se movimenta para tentar tirar do papel o projeto da S/A, que foi aprovado pelo Conselho Deliberativo ainda em 2019, mas encontrou obstáculos para ser concretizado. Recentemente, o presidente Durcesio de Mello enviou um ofício ao Deliberativo solicitando uma reunião para que seja apreciada a nova proposta do acordo de investimentos.

No Vasco, Marcelo Cabo também está em início de trabalho e ainda avalia o melhor esquema a ser adotado diante dos jogadores disponíveis. A equipe da Colina iniciou o Carioca com o time sub-20, com duas derrotas. Porém, depois que o time principal assumiu o posto, foram 11 jogos sem derrota — entre Estadual e Copa do Brasil —, mas os empates pesaram para o adeus na competição do Rio. O primeiro resultado negativo com o comandante à beira do gramado foi contra o Madureira, no primeiro encontro pela semifinal da Taça Rio.

O lado positivo fica pelo fato de alguns reforços terem conseguido "engrenar" rapidamente, como nos casos do zagueiro Ernando, do lateral Zeca e do atacante Morato.

Time do Vasco conversa com Marcelo Cabo na parada técnico do clássico com o Flamengo - Rafael Ribeiro/Vasco - Rafael Ribeiro/Vasco
Imagem: Rafael Ribeiro/Vasco

"Sempre deixamos muito claro que vamos usar a Taça Rio. É claro que, quando entramos em uma competição, é para sermos campeões, independentemente da que estamos jogando, mas temos o planejamento. Houve muito questionamento ao longo da semana pelo fato de usarmos um time alternativo contra o Madureira. Mas era um confronto de 180 minutos, sabíamos que teríamos um confronto de 90 minutos em casa. Não importa como começa, importa como termina, e terminou com o Vasco classificado", apontou Cabo, depois do triunfo sobre o Tricolor suburbano, no último fim de semana.

Assim como em General Severiano, a diretoria do Cruz-Maltino assumiu no início do ano e trabalha nos bastidores para aliviar a dívida, recentemente divulgada em mais de mais de R$ 800 milhões, sendo que, deste montante, R$ 314 milhões são consideradas a curto prazo.

Agora, Chamusca e Cabo têm pela frente dois clássicos para fazerem ajustes e, talvez, iniciarem a Série B com mais certezas que dúvidas — o Botafogo estreia no dia 28, contra o Vila Nova, no Onésio Brasileiro Alvarenga, em Goiânia, e o Vasco no dia 29, em São Januário, contra o Operário. Da cúpula aos jogadores do elenco dos dois clubes, o discurso é que o objetivo é voltar à elite e, para isso, começar a competição com o pé direito é essencial.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO X VASCO

Competição: Taça Rio, Campeonato Carioca
Local: Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Dia: 16 de maio de 2021, domingo
Horário: 11h05 (horário de Brasília)
Árbitro: Rafael Martins de Sá
Assistentes: Wallace Muller Barros Santos e Andréa Izaura Maffra Marcelino de Sá

Botafogo: Douglas Borges; Jonathan, Kanu, Sousa (Gilvan) e Paulo Victor; Matheus Frizzo, Pedro Castro e Romildo; Ronald, Marco Antônio e Matheus Nascimento (Rafael Navarro). Técnico: Marcelo Chamusca

Vasco: Vanderlei, Léo Matos, Miranda, Leandro Castan e Zeca; Andrey, Galarza e Marquinhos Gabriel; Pec, Morato e Cano. Técnico: Marcelo Cabo