PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

Sem Fagner, Mancini perde peça chave e terá que improvisar no Corinthians

Vagner Mancini cumprimenta Fagner após gol do Corinthians sobre a Inter de Limeira. Lateral é desfalque no fim de semana  - Marcello Zambrana/AGIF
Vagner Mancini cumprimenta Fagner após gol do Corinthians sobre a Inter de Limeira. Lateral é desfalque no fim de semana Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Yago Rudá

Do UOL, em São Paulo

15/05/2021 04h00

Classificação e Jogos

Nome importante no elenco do Corinthians, o lateral Fagner é desfalque confirmado por pelo menos dez dias no Timão. O jogador foi diagnosticado com covid-19 e cumpre isolamento social. Sem o camisa 23, o técnico Vagner Mancini terá de recorrer aos garotos da base para encontrar uma solução para a equipe. As apostas estão em João Victor ou Mandaca.

Fagner é peça-chave do Corinthians no esquema com três zagueiros. O elenco não tem outro jogador de beirada de campo com características ofensivas. Por isso, sua ausência representa um grande problema para a comissão técnica em termos táticos. A ausência do jogador acontece justamente às vésperas da semifinal do Campeonato Paulista.

Sem peças de reposição no elenco, a solução está no improviso. A opção mais provável é tirar o zagueiro João Victor da última linha de defesa e adaptá-lo para atuar como um ponta pelo lado direito. O jogador já atuou pela beirada no início desta temporada e, sempre que foi acionado, saiu de campo elogiado. Caso isso aconteça, Bruno Méndez ou Gil devem retornar ao time titular.

Uma outra opção para o técnico Vagner Mancini seria manter o volante Mandaca — titular contra o Peñarol — na posição. Volante de formação, o garoto fez apenas dois jogos como profissional do Corinthians, mas marcou um gol na sua estreia e teve uma atuação regular no Uruguai. Além disso, caso ele seja mantido na equipe, a linha de zaga com João Victor, Jemerson e Raul Gustavo não precisaria ser modificada.

A situação da comissão técnica é complexa. Afinal, há somente um treino agendado antes da semifinal do Campeonato Paulista e a pressão externa cresce, sobretudo após a goleada sofrida no Uruguai.

Corinthians