PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Rodrigo Caio se aproxima de volta ao Fla, mas pode virar 'dilema' para Ceni

Rodrigo Caio em treino do Flamengo - Alexandre Vidal / Flamengo
Rodrigo Caio em treino do Flamengo Imagem: Alexandre Vidal / Flamengo

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

14/05/2021 04h00

A última vez que o zagueiro Rodrigo Caio entrou em campo faz quase um mês e, ainda assim, tem sido um assunto que vem rondando o time do Flamengo. Com o retorno do camisa 3 batendo à porta, o técnico Rogério Ceni vive um dilema, se assim pode ser considerado. Ele tem a possibilidade de escalar um jogador que pode ajudar nos ajustes em um setor que vem causando dor de cabeça, mas a volta pode acontecer justamente em um duelo decisivo.

Tanto Rodrigo Caio quanto o volante Gerson treinaram com o restante do elenco e estão aptos para o clássico com o Fluminense, amanhã (15), no Maracanã, primeiro jogo da final do Campeonato Carioca.

O caso de Rodrigo Caio acaba se tornando um pouco mais emblemático por conta do desempenho recente do setor defensivo, que vem apresentando falhas e faz com que o Ceni ainda analise alternativas. Na reta final do Brasileiro do ano passado, quando a equipe da Gávea arrancou para o título, a defesa foi composta com o improviso de Arão e Rodrigo Caio.

Na atual temporada, porém, o camisa 3 ainda não conseguiu uma sequência. Foram apenas três partidas, contra Madureira e Portuguesa-RJ, pelo Carioca, e diante do Palmeiras, na Supercopa do Brasil. Este, inclusive, foi o único compromisso em que ele esteve os 90 minutos em campo.

Não à toa, a torcida começou a relacionar a atual fase da defesa com a ausência de Rodrigo Caio. Ceni chegou até mesmo a ser questionado se acreditava em uma relação direta entre os fatores, mas, por sua vez, tirou tal responsabilidade dos ombros do camisa 3.

"Não posso dizer que é a falta de Rodrigo Caio porque, senão, colocaríamos o Rodrigo Caio, que está se recuperando, e pararíamos de sofrer gols. Caio é uma peça muito importante na engrenagem, não tenha dúvida. É um jogador importante, de intensidade, de jogo aéreo, mas temos jogadores que estão jogando tão bem quanto", afirmou.

Fato é que ganhar a opção de um jogador que também exerce, atualmente, poder de liderança no elenco pode facilitar um pouco a vida do treinador rubro-negro. O momento também pesa, uma vez que o Fla entra em um período decisivo, com disputa pelo título do Estadual e de olho na vaga das oitavas de final da Libertadores.

Tite de olho?

Tite, técnico da seleção brasileira, divulgará, hoje (14), a lista de jogadores que vão encarar Equador e Paraguai, nos dias 4 e 8 de junho, respectivamente, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo 2022. Há a expetativa de que haja rubro-negros na lista.

O técnico, já há algum tempo, observa alguns nomes do elenco do Fla, como o próprio Rodrigo Caio, Gabigol, Everton Ribeiro, Bruno Henrique, Pedro e Gerson.

As convocações para a seleção, inclusive, já renderam algumas rusgas entre o Rubro-Negro e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) em oportunidades anteriores. Sentindo-se prejudicada pela ausência de seus jogadores e até mesmo pela possibilidade de lesões em partidas com a amarelinha, a própria torcida do Fla passou a torcer contra tais chamados.

"Pai voltou"

Por falar em Gerson, o volante era outro titular que estava entregue ao departamento médico e realizou atividades com o restante do grupo ontem (13). Após um treino de finalizações, no Ninho do Urubu, ele brincou com a FlaTV e disse que só queria "avisar que o pai voltou".

Flamengo