PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

RMP: Flamengo manda jogador para a seleção e volta quebrado e sem futebol

Do UOL, em São Paulo

14/05/2021 16h54

O técnico Tite anunciou hoje a convocação da seleção brasileira para os jogos contra Equador e Paraguai em junho pelas Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo, com Everton Ribeiro e Gabigol chamados para a equipe principal, enquanto André Jardine chamou Gerson e Pedro para jogos de preparação da seleção olímpica.

No podcast Posse de Bola #125, antes do anúncio dos escolhidos de Tite e Jardine, Renato Maurício Prado, afirmou que o Flamengo tem problemas toda vez que perde jogadores para a seleção, lembrando casos da temporada passada, quando Rodrigo Caio e Pedro voltaram lesionados, enquanto Everton não teve o mesmo rendimento no retorno.

"Cada vez que o Flamengo manda um jogador para a seleção brasileira, o cara volta quebrado e sem futebol, são meses para recuperar, pelo amor de Deus, o Gabigol não", afirmou Renato.

Juca Kfouri acredita, porém, que a queda de rendimento de Everton Ribeiro tenha mais ligação com o fato de o jogador ter tido covid-19, ressaltando o fato de não se considerar muitas vezes os danos da doença nos atletas.

"Só quero fazer uma justiça ao Everton Ribeiro, que eu acho que nenhum de nós tem dado a devida atenção, esse rapaz ainda se recupera da covid. Cada corpo reage de uma maneira diferente, o Everton Ribeiro, evidentemente, o que aconteceu com ele é que ele não está sarado da covid-19 e no Brasil não está se dando a devida atenção ao caso dos atletas que tiveram a covid-19", afirma Juca.

"A covid-19 ataca o pulmão das pessoas, claro que para os atletas, nós temos aí um genocida que se diz atleta, isso tem um efeito diferente do que tem em quem não é atleta, mas quando pega no atleta, surte efeitos maléficos e o Everton é vítima disso, eu estou convencido disso. Não é possível a queda do Everton da maneira como se deu", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter).

A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts. Você pode ouvir, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts, Amazon Music e Youtube --neste último, também em vídeo. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol