PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Clube paranaense é suspenso por 2 anos por falsificar testes de covid-19

Castro é um dos atletas do Cascavel afastado pela Federação Paranaense - Reprodução
Castro é um dos atletas do Cascavel afastado pela Federação Paranaense Imagem: Reprodução

Colaboração para o UOL

14/05/2021 21h03

Classificação e Jogos

O Tribunal de Justiça Desportiva do Paraná (TJD-PR) julgou novamente o Cascavel Clube Recreativo e puniu a equipe por 720 dias, além de aplicar multa de 200 mil reais por falsificação de testes de covid-19. Além do clube, dirigentes, funcionários e atletas também foram suspensos e multados.

Esse foi o segundo julgamento do Cascavel CR-PR - não confundir com o FC Cascavel, também participante do Campeonato Paranaense -, que anteriormente havia sofrido sanção de apenas 180 dias e 20 mil reais na 2ª Comissão Disciplinar. A procuradoria, porém, recorreu e em nova audiência no Tribunal Pleno do TJD-PR a pena foi aumentada.

Dirigentes e funcionários da equipe foram punidos com suspensão de 720 dias e multa de 100 mil reais. São eles: Anthony Perekles Gonçalves De Almeida, José Nairton Alexandre Filho, Alexandre Silva Cardoso, Arthur José Antunes Vaz, José Fernando Barbosa, Nicanor Moreira De Almeida Junior, Ricardo De Lima Pereira da Cruz, Valdir Camargo Pinto e Paulo Cesar Cardoso.

Já os atletas Wagner Afonso Bello de Lima, Luiz Felipe Castro Neto e Matheus Gabriel de Oliveira Moraes, envolvidos no caso, foram punidos com suspensão por seis partidas.

O Cascavel CR-PR já está rebaixado no Campeonato Paranaense após perder por 9 a 0 a última partida contra o Operário-PR. O time soma quatro pontos em dez jogos. Como a suspensão tem início imediato, o clube não jogará a partida contra o Maringá-PR, marcada para este sábado (15), às 11h30. O adversário é o nono colocado, com 12 pontos, e vencerá a partida por W.O.

Futebol