PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Final do Campeonato Baiano sem representantes de Salvador é inédita

Bahia de Feira venceu o campeão nordestino, o Bahia, por 3 a 0 - Instagram/Bahia de Feira
Bahia de Feira venceu o campeão nordestino, o Bahia, por 3 a 0 Imagem: Instagram/Bahia de Feira

Bruno Fernandes e Josué Seixas

Colaboração para o UOL, em Maceió

13/05/2021 12h06Atualizada em 13/05/2021 23h32

Classificação e Jogos

Pela primeira vez na história do Campeonato Baiano, que existe desde 1905, nenhum time da capital Salvador vai decidir a final do torneio. A final será entre Bahia de Feira e Atlético de Alagoinhas. Na noite de ontem (12), a equipe de Feira de Santana venceu o campeão da Copa do Nordeste, o Bahia, por 3 a 0 e garantiu a posição na última fase.

O Atlético de Alagoinhas, o primeiro a garantir a vaga após derrotar a Juazeirense nos pênaltis na tarde de ontem, é o atual vice-campeão do estadual. Já o Bahia de Feira foi vice há dois anos e possui título do estadual de 2011. Os dois finalistas também garantiram vaga na edição da Copa do Brasil de 2022.

De acordo com informações do historiador Maurício Brum, além de ser uma decisão inédita sem soteropolitanos, é a primeira vez desde 1968 que a dupla Ba-Vi está completamente ausente das finais.

A situação é semelhante ao que aconteceu na final do ano passado do Campeonato Pernambucano. Em 2020, o Salgueiro, do sertão de Pernambuco, foi o primeiro time fora do Recife a ser campeão.

A decisão entre Atlético-BA e Bahia de Feira será em duas partidas. A primeira tendo o Atlético-BA como mandante acontece no próximo domingo (16), às 16h, no estádio Carneirão, am Alagoinhas. Uma semana depois, no mesmo horário, as duas equipes decidem o título na na Arena Cajueiro, em Feira de Santana.

Futebol