PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Renato Maurício Prado: Time reserva do Palmeiras ganha do Corinthians

Do UOL, em São Paulo

11/05/2021 11h29

Classificação e Jogos

O Corinthians venceu no domingo (9) o Novorizontino por 2 a 1 para fechar a fase de classificação do Campeonato Paulista com a segunda melhor campanha geral e, de quebra, ajudou o rival Palmeiras a se classificar também para as quartas de final, que começam hoje, às 16h, com o jogo do Alvinegro contra a Inter de Limeira.

Em sua participação no programa UOL News Esporte, com Domitila Becker, Renato Maurício Prado afirma que o Corinthians fez o certo ao jogar para valer com o Novorizontino, mas pode vir a ser vítima do próprio Palmeiras, considerando que o time reserva palmeirense é melhor hoje até que os titulares da equipe de Vagner Mancini.

"O Corinthians deve passar, mas eu não aposto todas as minhas fichas, eu boto um terço do meu cacife no Corinthians e o resto eu guardo para a próxima rodada. Agora, o Corinthians corre um risco sério, porque o Corinthians salvou o Palmeiras e pode acabar vítima do Palmeiras, já imaginou isso se acontecer?", afirma Renato.

"Embora, eu com toda a sinceridade acho que o Corinthians fez o que tinha que ser feito, botou reserva para não desgastar o titular, tudo bem, mas jogou sério e ganhou. O Palmeiras se classificou, problema do Palmeiras, mas acho que realmente salvou-se o que pode ser o grande adversário de qualquer time aí nesse Paulistinha. Para mim, o reserva do Palmeiras ganha do Corinthians", completa.

O colunista do UOL afirma que é difícil entender o Corinthians no estadual, classificado com a segunda melhor campanha, atrás apenas do São Paulo, mesmo sem ter feito bons jogos na competição.

"O Corinthians para mim é um caso a ser estudado, porque ele acaba com a segunda melhor campanha no Paulistinha e não jogou bulhufas no Paulistinha, a verdade é essa. Você vê os jogos do Corinthians, chega a doer o olho de tão ruim que é, mas ele conseguiu o resultado", conclui.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol