PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Abel, do Palmeiras, agradece elogios de Renato Gaúcho: "Isso é ser campeão"

Palmeiras de Abel Ferreira venceu o Grêmio de Renato na Copa do Brasil - Divulgação/Cesar Greco/SE Palmeiras
Palmeiras de Abel Ferreira venceu o Grêmio de Renato na Copa do Brasil Imagem: Divulgação/Cesar Greco/SE Palmeiras

Colaboração para o UOL, em São Paulo

11/05/2021 16h26

O técnico do Palmeiras, Abel Ferreira, retribuiu os elogios de Renato Gaúcho e exaltou outros treinadores brasileiros. Em um ano no país, o português conquistou a Copa Libertadores da América e a Copa do Brasil.

"Não são os títulos ou troféus que te definem como homem, atleta ou treinador. Para mim, ser campeão é muito mais do que levantar taças, é uma atitude diária e permanente na minha vida e na minha profissão. É ganhar o respeito dos meus jogadores e ajudá-los, criar laços dentro do clube. Ganhar títulos é ter o respeito dos que comigo trabalham e dos meus companheiros de profissão, como foi o caso do Luiz Felipe Scolari, do Guto Ferreira, do Paulo Autuori, do Diniz, do Thiago Larghi, do grande Renato, do Abel Braga entre outros, que pessoalmente me mostraram respeito e admiração", disse Abel Ferreira.

"O meu muito obrigado a eles, de coração. Esses, sim, são os troféus que quero e vou levar do Brasil, esse respeito e admiração que tenho pelos meus, e que ganhei dos demais. Para mim, isso é ser campeão", acrescentou o técnico palmeirense.

Na noite de ontem, durante programa do SporTV, Renato Gaúcho exaltou o trabalho de Abel Ferreira. Os dois treinadores disputaram a final da Copa do Brasil, vencida pelo português. Hoje sem clube, Renato Gaúcho comandava o Grêmio.

"Na final da Copa do Brasil conversei bastante com o Abel, técnico do Palmeiras. É um grande técnico. Eu fiquei surpreso que no Palmeiras, o Abel, que conquistou a Libertadores e a Copa do Brasil e depois perdeu a Recopa, parecia que não tinha ganho nada. Infelizmente, as pessoas esquecem de repente. Lógico que todo mundo quer ganhar, mas não dá para ganhar tudo", disse Renato.

Palmeiras