PUBLICIDADE
Topo

Futebol

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Mauro: Corinthians é o que está mais à vontade no Paulista entre os grandes

Do UOL, em São Paulo

10/05/2021 17h18

Classificação e Jogos

O Corinthians terminou a apenas dois pontos do São Paulo na classificação geral do Campeonato Paulista ao vencer o Novorizontino por 2 a 1 em jogo que acabou também ajudando o rival Palmeiras a avançar na competição estadual, mas pelo futebol jogado, o elenco atual e as condições financeiras do clube, o Alvinegro por vezes é menos cotado na comparação aos rivais.

No podcast Posse de Bola #124, Mauro Cezar Pereira afirma que o time dirigido por Vagner Mancini é o que chega mais à vontade para as quartas de final entre os grandes do Paulistão em termos de disputa de título, tendo por outro lado uma situação de dúvida no caso da continuidade do técnico em caso de jornada ruim no mata-mata do estadual e eventual nova derrota para o Peñarol na Copa Sul-Americana.

"Eu diria que o Corinthians, dos grandes, é o que está mais à vontade nesse campeonato, menos cobrança sobre si. O Palmeiras eu acho que sempre vai haver, por mais que tente se livrar, é o óbvio, tem um elenco muito farto e se tem um elenco muito farto, é para usar o elenco, então mesmo quando você coloca reservas, coloca um time que não é o titular, você tem aí uma equipe forte, então você vai ser cobrado", diz Mauro.

"O Corinthians está numa crise que ele fica meio que ali tentando comer pelas beiradas. Talvez seja a única possibilidade de um título esse ano, mas acho que antes de qualquer coisa o técnico tenta sobreviver no cargo, essa reta final pode significar o emprego do Vagner Mancini. Se for um desastre, se o Corinthians for eliminado, jogar mal, perder, pode ser até que mudem alguma coisa, porque vem com altos e baixos já há algum tempo", completa.

O jornalista também critica as suposições de que o clube poderia entregar o jogo para o Novorizontino para prejudicar o Palmeiras e ressalta que os jogadores entram em campo para vencer, ainda que sejam escalados reservas, como foi no caso do Alvinegro ontem.

"É incrível também como toda vez que surge essa situação em que um time precisa de um resultado do rival se especula a possibilidade de entregar o resultado, embora isso não aconteça. Não acontece, gente, é vidente que não, os caras são profissionais. A maneira como se duvida do profissional do futebol é uma coisa vergonhosa. As pessoas duvidam, acham que o cara é um cafajeste, que vai entrar em campo, vai abrir as pernas", diz Mauro.

"Isso não costuma acontecer. Pode acontecer sim de o dirigente chegar e falar 'vou colocar um time todo de juvenis aqui e dane-se, não quero ganhar'. Isso pode acontecer, mas o jogador entra em campo para fazer o papel dele e foi o que o Corinthians fez, tanto do jogo contra o Inter como ontem contra o Novorizontino, que é um time da Série C do Brasileirão", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter).

A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts. Você pode ouvir, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts, Amazon Music e Youtube --neste último, também em vídeo. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol