PUBLICIDADE
Topo

Barcelona

Jornalista espanhol detona Neymar e dispara: 'Até nunca'

Neymar lamenta chance de gol perdida diante do Rennes, no Campeonato Francês - STEPHANE MAHE/REUTERS
Neymar lamenta chance de gol perdida diante do Rennes, no Campeonato Francês Imagem: STEPHANE MAHE/REUTERS

Colaboração para o UOL, em São Paulo (SP)

10/05/2021 18h24

O jornalista espanhol Joan Mª Batlle, do jornal Sport e responsável por acompanhar o Barcelona, escreveu um texto hoje (10) com palavras muito fortes sobre a permanência de Neymar no PSG, chamando o brasileiro de mercenário, traidor, ingrato e pouco confiável.

Neymar renovou seu contrato com o PSG e, com isso, praticamente encerrou as possibilidades de um retorno ao Barcelona, mas fortalece o rumor de que Messiformar um 'super trio' com o brasileiro e Mbappé em Paris e, para Joan Mª Batlle, a renovação de Neymar com PSG foi excelente para o Barcelona, escrevendo 'Até nunca' para Neymar.

'No final das contas, a renovação de Neymar com PSG é uma boa notícia para o Barça. Sua contratação teria tido um impacto brutal na mídia, mas a um preço duvidoso de lucratividade. E não só economicamente. Na seção pessoal, o Barça teria incorporado um homem pouco confiável escreveu o jornalista'.

Joan Mª Batlle vai além: 'Neymar saiu do Barça por dinheiro, não voltou e não vai voltar por dinheiro. Sua felicidade e a de seu pais, "toiss" e outros amigos dependem única e exclusivamente do vil metal'.

O jornalista ainda questiona a relação de Neymar com Messi, aconselhando o argentino a rever sua amizade com Neymar e considerando o brasileiro como 'suposto amigo' de Messi.

Joan Mª Batlle complementa falando das duas outras oportunidades que o Barcelona tentou recontrata-lo sem sucesso, ponderando que o brasileiro nunca teve 'intenção de retirar as ações (jurídicas) ou rebaixar o salário para jogar ao lado de Messi'.

'O PSG dá para ele a única coisa que eles podem dar (dinheiro), por isso ele fica em Paris. Nem títulos, nem (jogadores) campeões, nem bola de ouro, tanto faz para ele', detonou Joan Mª Batlle.

Além de chamar de mercenário, ingrato e pouco confiável, o jornalista finaliza seu texto chamando Neymar de traidor: 'Ele o traiu então e ele o traiu nas duas vezes que ele enganou sobre seu retorno. A revolução que o Barça precisa não passa por Neymar e no fundo é um alívio que o clube tenha mãos livres para se reconstruir a partir de bons profissionais que se integrem e se comprometam com os valores do Barça. Tchau, Neymar. E que no PSG continue como tem feito até agora, aqui não queremos traidores.

Barcelona