PUBLICIDADE
Topo

Futebol

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Mattos: "Palmeiras precisa resolver essa esquizofrenia com o Paulista"

Do UOL, em São Paulo

09/05/2021 19h36

Classificação e Jogos

O Palmeiras deixou claro que usaria o Campeonato Paulista como laboratório. Sem usar força máxima nos duelos do estadual, o time esteve ameaçado de eliminação ainda na primeira fase. A vitória por 3 a 0 sobre a Ponte Preta, aliada à derrota do Grêmio Novorizontino para o Corinthians, levou a equipe para as quartas de final, quando enfrentará o Red Bull Bragantino. A dúvida fica no ar: o Palmeiras continuará fazendo testes ou vai com força máxima para a reta final do Paulistão?

No Fim de Papo, live pós-rodada do UOL Esporte - com os jornalistas Isabela Labate, Renato Maurício Prado, Menon e Rodrigo Mattos - o 'dilema' palmeirense foi discutido e dividiu a opinião dos colunistas.

Para Mattos, se o Palmeiras colocar seus titulares em campo contra o Red Bull Bragantino haverá uma incoerência com o discurso inicial de usar o estadual como laboratório. "Vai ser o duelo mais equilibrado das quartas. O Red Bull Bragantino se reforçou, é um time forte e o Palmeiras precisa resolver essa esquizofrenia. Esse ano falaram que o Paulista era pré-temporada. Se é para seguir o discurso, é para se preocupar pouco com resultado. Se botar força máxima será completamente incoerente", comentou.

Renato acha que o time alviverde deveria entrar em campo com sua melhor formação para enfrentar o Red Bull Bragantino. O colunista acha que, como a classificação para a próxima fase da Libertadores está bem encaminhada, a equipe poderia voltar suas atenções para o estadual.

"Será o jogo mais difícil que o Palmeiras terá pela frente antes da final do Paulista. Talvez o Abel Ferreira tenha que vitaminar um pouco o time. Se eu fosse ele, reforçaria a equipe para ganhar do Red Bull Bragantino. O Palmeiras começou a temporada perdendo títulos. A situação na Libertadores está tranquila. Será que não é hora de botar os titulares para jogar contra o Red Bull Bragantino e um mistão na Libertadores?", questionou.

Menon também acha que o Palmeiras poderia olhar para o Paulista com mais atenção, uma vez que se classificou e terá um adversário difícil pela frente. "Eu também jogaria com um time misto contra o Independiente del Valle. Depois do Red Bull Bragantino, poderia vir Corinthians ou Inter de Limeira. O Corinthians é mais fraco que o Red Bull Bragantino, mas é um clássico. O Palmeiras precisa resolver sua situação com o Paulista. Quando perde, é 'Paulistinha', quando ganha, coloca na conta como parte da tríplice coroa", concluiu.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol