PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Reservas empatam com o Tombense, mas Atlético-MG garante vaga na decisão

Do UOL, em Belo Horizonte

08/05/2021 18h22

Classificação e Jogos

Treino de luxo? Foi mais ou menos assim que o Atlético-MG encarou o segundo duelo das semifinais do Campeonato Mineiro. Após conseguir importante vantagem no primeiro jogo, quando venceu o Tombense por 3 a 0, o técnico Cuca mexeu bastante no seu time e, mesmo com o empate por 1 a 1, sacramentou a vaga na decisão do Estadual.

Focado na Libertadores, competição pela qual tem desafio importante na próxima quinta-feira (13), quando encara o América de Cali, em Barranquilla, na Colômbia, o Alvinegro não teve em campo seus principais jogadores. Rodando o elenco, o treinador também deu importante chance para que os demais mostrassem serviço no confronto disputado no Mineirão.

Amanhã (9), os atleticanos serão meros espectadores a partir das 16h. Na Arena Independência, América-MG e Cruzeiro fazem o jogo de volta e decidem quem enfrentará o rival na finalíssima. No primeiro duelo, com mando da Raposa, o Coelho levou a melhor e acabou vencendo por 2 a 1, numa virada construída já nos acréscimos da segunda etapa.

Chances distribuídas

No dia em que o goleiro Matheus Mendes fez sua estreia como titular na equipe principal do Atlético-MG, já que o titular Everson cumpriu suspensão e o reserva Rafael tem lesão no ombro, outro que ganhou oportunidade importante foi o atacante Diego Tardelli. Recuperado de lesão e com contrato se encerrando no último dia de maio, o camisa 9 foi escalado para, mais uma vez, ter a chance de mostrar serviço na equipe alternativa do alvinegro.

Outro que acabou recebendo importante chance de Cuca foi o jovem Savinho, de 17 anos. Pérola das categorias de base, ele foi utilizado no lado direito do campo.

Campeão do Interior

Antes de a bola rolar no Mineirão, o Tombense foi agraciado com o troféu de Campeão do Interior. Único representante das equipes fora da capital na fase final do Mineiro, o time de Tombos, assim como em 2020, quando foi finalista, acabou levando para casa o caneco. Capitão da equipe, o experiente goleiro Felipe foi o responsável por levantá-lo.

Quem foi bem: Dodô e Hyoran

Mantendo as boas atuações, o lateral esquerdo, reserva imediato de Arana, mostrou mais uma vez a qualidade que tem. O meia, por sua vez, foi o responsável por ser o "motor" da equipe no duelo deste fim de semana.

Quem foi mal: Savinho e Jair

Habilidosos e considerado a principal joia das categorias de base do Atlético-MG, o jovem de 17 anos parece não ter se sentido à vontade na posição pedida por Cuca. Canhoto, ele foi deslocado para o lado direito e acabou tendo dificuldades para dar sequências às jogadas no primeiro tempo. Ele acabou substituído no intervalo.

O volante, por sua vez, também não teve atuação esperada. Considerado por muitos titular no Galo, ele sentiu a falta de ritmo e, voltando de lesão, acabou sendo utilizado para ganhar minutagem e sequência. Amarelado na primeira etapa, acabou sendo substituído as 12 da segunda etapa.

Galo na frente

Sem muito esforço, o Galo abriu o placar logo aos 8 minutos do primeiro tempo, com gol marcado por Sasha, de cabeça. O atacante aproveitou a cobrança de escanteio de Hyoran e estufou a rede. Este, inclusive, foi o primeiro tento do jogador que chegou ao clube no ano passado, pedido por Jorge Sampaoli. Nos minutos seguintes, o jogo ficou mais truncado e poucas oportunidades foram criadas pelas duas equipes. O Tombense, golpeado pelo gol, tentou chegar ao empate, mas acabou neutralizado pela defesa atleticana.

Empate de um incômodo visitante

Acionado na segunda etapa, Caíque aproveitou bobeada da defesa adversária e, deslocando Matheus Mendes, deixou tudo igual no Gigante da Pampulha. No apito final, classificação tranquila do Atlético-MG. Mas o time de Tombos deixou o gramado de cabeça erguida: afinal, encerrou sua participação sem ser derrotado como visitante.

FICHA TÉCNICA
Atlético-MG 1 x 1 Tombense

Motivo: 2º jogo da semifinal do Campeonato Mineiro
Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data e Horário: 8 de maio de 2021, às 16h30 (de Brasilia)
Árbitro: Paulo César Zanovelli
Assistentes: Frederico Soares Vilarinho e Leonardo Henrique Pereira
VAR: Igor Júnio Benevenuto

Gol: Sasha, aos 8 minutos do primeiro tempo, para o Atlético; Caíque, aos 34 minutos do segundo tempo, para o Tombense.
Cartão amarelo: Jair e Diego Tardelli (CAM); Moisés (Tombense)
Cartão vermelho: Não houve

Atlético-MG: Matheus Mendes; Mariano, Réver, Rabello e Dodô; Allan, Jair (Alan Franco) e Hyoran (Nathan); Savinho (Vargas), Tardelli (Marrony) e Sasha. Técnico: Cuca

Tombense: Felipe Garcia; Falcão, Wesley, Ramon e Manoel; Rodrigo (Paulinho Dias), Marquinhos, e Everton Galdino (Caíque); Rodrigo Carioca, Keké e Rubens (Jean Lucas). Técnico: Rafael Guanaes

Atlético-MG