PUBLICIDADE
Topo

Barcelona

Pai de Guardiola quer filho de volta ao Barça e fala sobre Messi no City

Pep Guardiola aparece no gramado antes de Manchester City x PSG pela Champions League  - REUTERS/Phil Noble
Pep Guardiola aparece no gramado antes de Manchester City x PSG pela Champions League Imagem: REUTERS/Phil Noble

Colaboração para o UOL, em São Paulo (SP)

06/05/2021 18h25

Valentí Guardiola, pai do treinador do Manchester City, disse hoje (6) em entrevista à rádio argentina Villa Trinidad que gostaria de ver seu filho de novo no Barcelona. O parente também avaliou a possibilidade de Messi se reunir com Pep na Inglaterra a partir da próxima temporada.

"Eu gostaria que meu filho voltasse ao Barcelona. Que volte ao Barça como treinador ou como pessoa que daria conselhos não é algo que descarto", contou Valentí.

Guardiola começou sua carreira como técnico no clube catalão e dirigiu a equipe por quatro temporadas, vencendo duas vezes a Liga dos Campeões. Dez anos depois, o treinador voltou à decisão da Champions, agora pelo Manchester City, possível destino de Messi na próxima temporada.

"A verdade é que não sei. Messi é um caso a parte. Eu penso que não tem nenhum clube no mundo que não o quisesse. Eu vi o Messi jogar com 12, 13 anos pela primeira vez e fique maravilhado por como ele fazia. É um fora de série e acredito que não desagradaria o Pep tê-lo no Manchester City", disse o pai de Guardiola.

"Eu só desejo que meu filho siga como está agora, que está fazendo muito bem. Será coisa dele se pode se reunir novamente com Messi. Eu fui torcedor do Barcelona toda a minha vida e quero que ganhe sempre, mas primeiramente sempre quero que ganha a equipe que Pep está. Primeiro o meu filho, mas também desfruto quando o Barcelona ganha", completou.

Messi tem contrato até o fim da temporada com o clube catalão. O novo presidente Johan Laporta está trabalhando na renovação do camisa 10, mas o destino do craque ainda não foi decidido. Segundo a ESPN argentina, Messi seguirá no Barcelona por mais dois anos. Já segundo o jornal Le Parisien, o PSG planeja contar com o jogador.

Barcelona