PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Villarreal segura empate com o Arsenal e avança à final da Liga Europa

Arsenal x Villarreal, pela semifinal da Liga Europa - Getty Images
Arsenal x Villarreal, pela semifinal da Liga Europa Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

06/05/2021 17h55

O Villarreal está na final da Liga Europa. Na tarde de hoje, o time espanhol segurou o empate sem gols contra o Arsenal, no Emirates Stadium, em Londres, e confirmou pela primeira vez vaga na decisão do torneio continental. O adversário será o Manchester United, que eliminou a Roma nesta quinta-feira.

Após vitória por 2 a 1 no jogo de ida, o Villarreal foi eficiente na proposta de anular o jogo do Arsenal. Com um pouco de sorte, é verdade. Foram duas bolas na trave de Pierre-Emerick Aubameyang que quase deram aos Gunners o gol necessário para avançar à decisão.

Será a primeira vez do Villarreal em uma final europeia — a equipe caiu três vezes na semi da Liga Europa e uma vez na semi da Liga dos Campeões. A decisão da Liga Europa está marcada para o dia 26 de maio em Gdansk, na Polônia.

O Villarreal volta a campo no próximo domingo (9), contra o Celta de Vigo, pelo Campeonato Espanhol. No mesmo dia, o Arsenal enfrenta o West Bromwich pelo Campeonato Inglês.

O jogo

A semifinal começou com pouca emoção. Os dois times se mostraram bastante dedicados à marcação, mas ficaram devendo na parte ofensiva durante a primeira etapa. As melhores chances do primeiro tempo saíram dos pés de Aubameyang.

Na primeira delas, aos 25 minutos, o atacante acertou a trave após aproveitar uma bola sobrada dentro da área. Perto do intervalo, a oportunidade veio mais uma vez com Aubameyang, depois que o goleiro Rulli se atrapalhou para defender finalização fraca e deixou a bola passar entre as pernas. Para a sorte do Villarreal, ele conseguiu se recuperar na jogada.

O segundo tempo não mudou o ritmo da partida. Com vantagem no confronto, o Villarreal manteve a proposta de anular o ataque do Arsenal. Deu certo, mas não sem uma dose de susto. Isso porque o time inglês chegou perto do gol quando Aubameyang, aos 33 minutos, acertou novamente a trave ao finalizar de cabeça um cruzamento de Bellerín.

Nem mesmo as entradas de Gabriel Martinelli, Willian e Lacazette foram suficientes para mudar a sorte do ataque do Arsenal, que desperdiçou a chance de avançar à final da competição pela terceira vez em sua história.

Esporte