PUBLICIDADE
Topo

Fluminense

Fluminense enfrenta Junior-COL após confusões da Conmebol na Libertadores

Fluminense de Fred enfrenta Junior (COL), maratona aérea e confusões da Conmebol na Libertadores - Lucas Merçon/Fluminense FC
Fluminense de Fred enfrenta Junior (COL), maratona aérea e confusões da Conmebol na Libertadores Imagem: Lucas Merçon/Fluminense FC

Caio Blois

Do UOL, no Rio de Janeiro

06/05/2021 04h00

Classificação e Jogos

Depois de enfrentar restrições por conta da pandemia de coronavírus na Colômbia, o Fluminense voltou ao país apenas para ver sua partida pela Copa Libertadores 2021 mudar de sede em função de um caos político. Em campo, o adversário será o Junior (COL), às 21h, em Guayaquil, no Equador. Fora dele, o Tricolor também encarou maratona aérea em meio à confusão armada pela Conmebol nos últimos dias.

Em mais um capítulo de sua epopeia na competição, o Flu viajou mais de 5.000 quilômetros do Rio de Janeiro até Barranquilla. Ao chegar lá, mais uma vez lidou com indefinições da entidade máxima do futebol sul-americano. Se na segunda rodada viu seu jogo contra o Independiente Santa Fe sair de Bogotá para Armênia, desta vez a mudança foi de país.

Mesmo com a ebulição política na Colômbia por conta da tentativa do governo de passar uma reforma tributária que aumentaria impostos para os cidadãos, a Conmebol decidiu avalizar a ida do Tricolor para Barranquilla, no litoral Norte, de frente para o mar do Caribe. Ontem (5), já em solo colombiano, o Fluminense teve seu jogo remarcado para Guayaquil, no Equador, a 1.570 quilômetros dali.

Fluminense foi até a Colômbia para enfrentar o Junior, mas jogo da Libertadores foi remarcado para o Equador - Mailson Santana/Fluminense FC - Mailson Santana/Fluminense FC
Fluminense foi até a Colômbia para enfrentar o Junior, mas jogo da Libertadores foi remarcado para o Equador
Imagem: Mailson Santana/Fluminense FC

Por outro lado, a entidade liberou argentinos de viajarem, e remarcou os jogos de River Plate — rival no grupo do Flu — e Argentinos Juniors para Assunção. Enquanto o Tricolor viajará 30 horas para jogar a segunda e a terceira rodadas da Libertadores, o River, enfrentará os dois colombianos no país vizinho, perdendo apenas oito horas em voos de Buenos Aires para a capital do Paraguai.

Na liderança do grupo D com quatro pontos, o Fluminense também enfrentou lances polêmicos em campo. Na primeira rodada, empatou com o próprio River Plate, no Maracanã, com decisões duvidosas do árbitro chileno Roberto Tobar. Contra o Santa Fe, viu Egídio ser expulso com certa dose de rigor do uruguaio Andres Cunha, no mesmo horário em que o River era beneficiado por erros do paraguaio Juan Benítez, que não marcou duas penalidades escandalosas a favor do Junior, mantendo a vitória dos argentinos no Monumental de Núñez.

Já com histórico de problemas com a arbitragem sul-americana — os tricolores até hoje contestam que o título da Libertadores em 2008 escapou por conta do apito —, o Flu se preocupa com a predileção da Conmebol aos argentinos.

Em campo, poucas mudanças

Se fora de campo o Fluminense lidou com diversas mudanças em sua "Libertadores das Aéreas", nas quatro linhas, o técnico Roger Machado promoverá poucas alterações. Sem Egídio, suspenso, Danilo Barcelos, seu reserva imediato, será titular. Fora isso, a equipe terá a mesma formação das últimas partidas pela competição sul-americana.

Danilo Barcelos será titular do Fluminense contra o Junior (COL) pela Libertadores - Mailson Santana/Fluminense FC - Mailson Santana/Fluminense FC
Danilo Barcelos será titular do Fluminense contra o Junior (COL) pela Libertadores
Imagem: Mailson Santana/Fluminense FC

Do outro lado, o Junior (COL) terá desfalques em sua defesa. A zaga será reserva, sem os titulares Mera e Ditta. No ataque comandado por Miguel Borja, ex-Palmeiras, outro nome conhecido é dúvida: Teófilo Gutiérrez sofre de uma inflamação no tendão de aquiles e ainda tenta ir ao menos para o banco de reservas.

FICHA TÉCNICA

COPA LIBERTADORES DA AMÉRICA 2021

JUNIOR (COL) x FLUMINENSE

Data: 06/05/2021
Horário: 21h (de Brasília)
Local: Estádio Monumental, Guayaquil (EQU)
Árbitro: Julio Bascuñán (CHI)
Assistentes: José Retamal (CHI) e Miguel Rocha (CHI)

JUNIOR (COL): Viera, Viáfara, Rosero, Martinez e Fuentes, Moreno, Vásquez, Pajoy e Hinestroza, González e Borja. Técnico: Luis Perea.

FLUMINENSE: Marcos Felipe, Calegari, Nino, Luccas Claro e Danilo Barcelos; Martinelli, Yago e Nene; Kayky, Luiz Henrique e Fred. Técnico: Roger Machado.

Fluminense